Informações em tempos de pandemia

Por Alexander W.A. Kellner, Professor Titular, Museu Nacional/UFRJ, Laboratório de Sistemática e Tafonomia de Vertebrados Fósseis, Departamento de Geologia e Paleontologia do Museu Nacional/UFRJ e Daniel L.L. Sant’Anna, Assistente editorial, Anais da Academia Brasileira de Ciências, Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Lugares-comuns são difíceis de escapar quando se fala de algo que afeta o mundo inteiro quase que simultaneamente, mas o editorial “Living in pandemic times” publicado nos Anais da Academia Brasileira de Ciências (vol. 92) aborda a atual pandemia apontando o que há de novo no desafio que se apresenta (KELLNER, 2020). Um dos pontos interessantes é que foram muitos os vírus que nos últimos anos afetaram populações de diversos países (p.ex., MARV, SARS, MERS, EBOLA), como em um prelúdio do que estava por vir com o SARS-CoV-2.  Sinais de alerta que, apesar de terem sido levantados até mesmo por líderes mundiais, foram ignorados.

Não há uma solução rápida para os problemas que se avizinham. Mesmo com países adotando medidas de isolamento social, o que se vê em alguns casos é um irrestrito desrespeito à vida alheia, seja em um panorama mais amplo, como grandes corporações continuando a expor seus empregados aos riscos de sair de casa, como em uma visão mais microscópica, com indivíduos se locomovendo e carregando o vírus por onde passam. Enquanto o Brasil ultrapassa os 18 mil mortos, com estimativas de contaminados chegando à casa de milhão, a federação e os estados continuam a não se entender, levando a críticas pesadas (p.ex., THE LANCET, 2020) que mancham ainda mais a já manchada imagem do país. A recente saída do Ministro da Saúde — a segunda mudança na pasta no meio da pandemia em menos de um mês — também não contribui para desanuviar tensões internas e externas. Alguém duvida que essa situação não traz efeitos deletérios para a economia durante e após a pandemia e pós-COVID?

Imagem: Alexander W. A. Kellner, 2020.

Novamente, fugir do óbvio nesse momento não é tarefa simples, por isso afirmar que apenas o investimento maciço e contínuo em ciência pode ajudar os países a não somente enfrentar essa pandemia, mas também a prever a próxima, a qual, acredite, irá acontecer. É também necessária uma mudança geral no pensamento que ciência é gasto, quando na realidade é um investimento (ACADEMIA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS, 2018) para que pesquisadores tenham o financiamento adequado e não precisem abandonar seus projetos no meio do caminho.

Apesar dos contínuos esforços para alertar e informar a sociedade nos mais diversos níveis, o alcance da ciência ainda é limitado, uma vez que estudos precisam ser considerados e aplicados por líderes globais em suas mais diversas ideologias (ANDREOTE, 2018). Se por um lado é possível dizer que não cuidar da biodiversidade brasileira pode trazer riscos também a curto e médio prazo, por outro, muitas vezes só é possível esperar que quem toma as decisões o faça da melhor maneira possível (ANDERSON et al., 2020).

Referências

ACADEMIA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS – ABC. Investimentos em ciência e tecnologia: prioridades e avaliação de resultados [online]. 2018. [viewed 22 May 2020]. Available from: http://www.abc.org.br/2018/05/15/investimentos-em-ciencia-e-tecnologia-prioridades-e-avaliacao-de-resultados

ANDERSON, R.M., et al. How will country-based mitigation measures influence the course of the COVID-19 epidemic? The Lancet [online]. 2020, vol. 395, no. 10228, pp. 931-934, ISSN: 0140-6736 [viewed 22 May 2020]. DOI: 10.1016/S0140-6736(20)30567-5. Available from: https://www.thelancet.com/journals/lancet/article/PIIS0140-6736(20)30567-5/fulltext

ANDREOTE, F.D. How to live and do science in a changing world. An. Acad. Bras. Ciênc. [online]. 2018, vol. 90, no. 1 pp. 1-2. ISSN: 0001-3765 [viewed 22 May 2020]. DOI: 10.1590/0001-37652017901. Available from: http://ref.scielo.org/pgdr78

THE LANCET. COVID-19 in Brazil: “So what?” The Lancet. 2020, vol. 395, no. 10235, pp. 1461, ISSN: 0140-6736 [viewed 22 May 2020]. DOI: 10.1016/S0140-6736(20)31095-3. Available form: https://www.thelancet.com/journals/lancet/article/PIIS0140-6736(20)31095-3/fulltext

Para ler o artigo, acesse

KELLNER, A.W.A. Living in pandemic times. An. Acad. Bras. Ciênc. [online]. 2020, vol. 92, no. 1, e20200725, ISSN: 0001-3765 [viewed 22 May 2020]. DOI: 10.1590/0001-3765202020200725. Available from: http://ref.scielo.org/qndjtw

Links externos

Anais da Academia Brasileira de Ciências – AABC: <http://www.scielo.br/aabc>

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

KELLNER, A.W.A. and SANT'ANNA, D.L.L. Informações em tempos de pandemia [online]. SciELO em Perspectiva | Press Releases, 2020 [viewed ]. Available from: https://pressreleases.scielo.org/blog/2020/05/22/informacoes-em-tempos-de-pandemia/

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Post Navigation