Category: Ciências Sociais Aplicadas

Bitcoins: por que o tratamento contábil como moeda estrangeira é adequado?

Ensaio traz reflexão sobre contabilização de bitcoins, questionando o tratamento como bens adotado pela Receita Federal do Brasil e pelo Internal Revenue Service dos Estados Unidos da América. Ao analisar os aspectos tributários da criptomoeda, sugere-se que o tratamento contábil seja o mesmo adotado para moedas estrangeiras. Read More →

Comportamento do mercado de ações brasileiro dentro das mudanças econômicas das últimas décadas

Com o uso de técnicas quantitativas foi possível identificar aspectos relevantes para o cenário financeiro nacional. Estudos da área de finanças analisaram o comportamento do mercado brasileiro de ações com relação aos efeitos de variáveis como governança corporativa, comunalidade na liquidez e a ocorrência de eventos geopolíticos e econômico-financeiros de impacto. Read More →

Produção científica no estudo da experiência do usuário em educação: caso Web of Science e Scopus

Estudo analisa a evolução e características gerais da produção científica divulgada no Web of Science e Scopus, relacionadas ao estudo da experiência do usuário no educação analisando dos indicadores bibliométricos. Os principais resultados mostram que mais de 80% da produção científica foi produzida nos últimos cinco anos, sob a autoria de instituições acadêmicas e editoras dos Estados Unidos. Read More →

Qual a influência dos planos de recuperação judicial sobre a retomada das empresas?

Este estudo investiga a influência dos planos de reorganização de falências na recuperação de empresas em dificuldades. Por meio da análise comparativa qualitativa, os autores realizam uma investigação aprofundada de um conjunto de planos e discutem as implicações teóricas e gerenciais desses resultados. Read More →

Intersetorialidade: desafio para as políticas públicas

Estudos focalizam o tema da intersetorialidade nas políticas públicas no contexto das mudanças do capitalismo contemporâneo e dos retrocessos institucionais e políticos observados na sociedade brasileira. Destacam-se nos debates os desafios da gestão das políticas, das conexões intersetoriais e da gestão territorial. Read More →

Sequestraram o Salão de Abril! Formas de organizar práticas artísticas de resistência nos espaços da cidade de Fortaleza

O artigo aborda o organizar das práticas espaciais da cidade de Fortaleza discutido por meio do sequestro de uma organização artística — o Salão de Abril. O estudo busca investigar processos de resistências, rupturas e apropriações, memórias e transformação de espaços urbanos, escrutinados por meio de diferentes métodos, dentre os quais a etnografia móvel. Read More →

Sete passos para avaliar usabilidade por meio do rastreamento do olhar com a tecnologia eye tracking

O estudo apresenta um conjunto de sete passos como procedimento de avaliação de usabilidade de ambientes informacionais digitais utilizando a tecnologia eye tracking. São identificadas 27 métricas proporcionadas pela tecnologia, e a cada uma delas são associados os aspectos de usabilidade pertinentes para análise da eficiência e da eficácia. Read More →

O que as cafeterias têm a ensinar sobre processos organizativos

Estudo mapeia processos organizativos e de gestão intrínsecos à produção de espaços de sociabilidade e desenvolve o conceito de organizações de sociabilidade intensiva, mostrando as interações sociais como elemento estratégico para formas organizativas como cafeterias, clubes, casas noturnas, academias, festivais, etc. Read More →

Como aliviar a burocracia na pesquisa científica?

Estudo apresenta como o escritório de gestão de projetos pode contribuir para a pesquisa científica no que diz respeito aos impactos na gestão financeira, uma iniciativa alinhada às práticas de universidades estrangeiras, nas quais o suporte a cientistas já se tornou parte rotineira do apoio institucional. Read More →

Qual a importância da qualidade de vida e do bem-estar nas organizações?

Estudos empíricos quantitativos abordam a temática do bem-estar nas organizações, analisando fatores presentes nas relações de trabalhos, como a prosperidade, a saúde mental dos trabalhadores, o presenteísmo, questões emocionais e psicológicas, comportamento e confiança, avaliando temas relativos à qualidade de vida organizacional em diversas esferas do trabalho. Read More →