Category: Ciências Sociais Aplicadas

Pluralidade na Revista Brasileira de Ciência Política derruba “muros” entre áreas do conhecimento

Estudos abordam política externa de direitos humanos, relação entre sistema eleitoral e número de partidos, atuação de frentes temáticas no Congresso e judicialização do acesso a serviços públicos, entre outros assuntos. As questões tratadas não se limitam ao Brasil – envolvem também África do Sul, Cabo Verde e Estados Unidos. Read More →

A importância da economia política

Economia e Sociedade apresenta um conjunto de temas que procuram valorizar seu escopo, firmado na Teoria Econômica e desenvolvendo o diálogo com as Ciências Sociais. Os destaques da segunda edição de 2019 são: financeirização, crise estrutural, economia ecológica e economia brasileira. Read More →

Microcrédito, seguros de automóvel e motivação docente são destaques da Revista Contabilidade & Finanças

Dentre os temas abordados na edição 81, tem-se a reflexão sobre a pesquisa empírica nos 30 anos da Revista Contabilidade & Finanças, a motivação docente dos professores de contabilidade, o impacto do financiamento estudantil no mercado educacional brasileiro e os impactos do Programa Nacional de Microcrédito em cooperativas de microcrédito. Read More →

A atualidade do pensamento crítico de Guerreiro Ramos

Guerreiro Ramos teve o mérito de fundar no Brasil uma sociologia organizacional, enfatizando a necessidade de se refundar a Administração sobre novas bases epistemológicas. Estudo apresentada as lacunas das teorias organizacionais e o que precisa ser feito para superar seu paroquialismo teórico, mostrando a atualidade do pensamento deste autor. Read More →

Como as finanças estratégicas podem se relacionar a aspectos macroeconômicos?

Três estudos da linha de finanças estratégicas abordam, respectivamente, questões relativas à estrutura de capital brasileira, o impacto dos intangíveis para empresas de capital aberto, e previsões sobre a série de minuto da taxa de câmbio, trazendo à tona aspectos relevantes para as decisões dos agentes em âmbito financeiro e macroeconômico. Read More →

Comunicação em prol da tolerância

As perspectivas teórico-metodológicas empreendidas pelo campo da Comunicação, em sua interdisciplinaridade, estão diretamente relacionadas ao tempo e sociedade vividos, refletindo, assim, as suas necessidades. Em um contexto carente por maior tolerância, ao mesmo tempo que clama por resistência às injustiças, o periódico Intercom: Revista Brasileira de Ciências da Comunicação traz nove artigos que demonstram um pouco sobre como essas questões estão sendo trabalhadas academicamente pelo campo comunicacional. Read More →

O viés empregatício como elo entre grupos geograficamente próximos e socialmente distantes

A partir do conceito de efeito-território e de 90 entrevistas com moradores, o autor analisou a dinâmica social dos bairros Calabar, Vale das Pedrinhas e Bate Facho, em Salvador (BA). O estudo demonstrou que o contexto sociorresidencial impacta na mobilidade socioeconômica e nas condições de vida dos entrevistados por meio de uma série de processos e mecanismos, operados na escala do bairro, que foi identificada nas dimensões material, social e simbólica. Read More →

Disputas político-conceituais sobre a governança das metrópoles: o embate entre neoliberalismo e gestão participativa

A edição 45 do Cadernos Metrópole está focado no debate dos aspectos da governança das cidades e metrópoles, que articula interesses controversos entre governo, mercado e sociedade. O conjunto dos artigos selecionados revelou uma produção que tem debatido principalmente a conjuntura desde 2013, com destaque para casos locais que descrevem políticas públicas como mobilidade urbana, movimentos sociais e instrumentos urbanísticos. Read More →

Por que os megaeventos são difusores da ideologia (neo)liberal na produção do espaço?

A partir dos anos 1990, o ideário neoliberal influencia a implementação estrutural de uma forma de gestão que concebe o desenvolvimento social como resultado espontâneo do crescimento econômico e privilegia os grandes grupos econômicos na formulação de políticas. Os megaeventos recentes, a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016, são exemplos dessa dinâmica. Read More →

Quanto o Estado e o setor privado se articulam de modo a promover a elitização do espaço?

A região de Venda Nova, na região metropolitana de Belo Horizonte, sofre transformações impulsionadas pelo Poder Público que têm como objetivo garantir a reprodução ampliada do capital, com a oferta de novos empreendimentos/serviços urbanos decorrentes dos investimentos, públicos e privados, que se estruturam a partir de grandes equipamentos. Entre as consequências, está a gentrificação de espaços antes ocupados por populações de baixa renda, que são expulsas dessa região. Read More →