Category: Linguística, Letras E Artes

O corpo no discurso da contemporaneidade

Print do Twitter. Texto diz "tem coisa melhor que homem gordinho???" e três emojis com olhos de coração. Foto do corpo de um homem branco sem camiseta. No fundo pessoas conversando em roda.

O contexto recente que vivemos, em que se destaca a polarização social, política e religiosa, permite e atualiza diferentes e conflitantes discursos sobre o corpo. Dois importantes artigos propõem uma reflexão e um debate aprofundado sobre esse amplo tema. Read More →

Pagar pelo conhecimento ou compartilhar o conhecimento?

Imagem de homens rindo

Publicamos porque queremos dialogar com pares e sociedade. Como promover isso democraticamente? Diante da pressão para publicar, é preciso debater estratégias de publicação críticas ao mercado editorial, que se beneficia de formas neoliberais de exploração do trabalho científico. É preciso alternativas ao diálogo amplo e à maior circulação de conhecimento. Read More →

Os discursos sobre os excluídos: de quem é o espaço público?

Um prédio de paredes brancas, uma grade de metal verde, barracas de pessoas em situação de rua e uma árvore na frente.

Quem fala pela população em situação de rua das grandes cidades? Há as políticas públicas voltadas para essa população de excluídos, há os posicionamentos dos diferentes cidadãos em relação ao problema, e há ainda as posições jurídico-administrativas da municipalidade. Faz-se uma análise da cobertura polêmica da Folha de S Paulo sobre esta população. Read More →

Vozes em conflito: o falar e o calar

Capa do livro Retrato Calado de Luiz Roberto Salinas Fortes da Editora Unesp

Falar ou calar pode ser uma escolha? Diante da multiplicidade de vozes faladas e caladas em nosso mundo, a “experiência da linguagem” num período de repressão política, tal como mostrada na obra Retrato calado, de Salinas Fortes, é o ponto de partida para refletir acerca dos limites entre o dever de falar/escrever e o testemunho. Read More →

Ciência Aberta: compartilhamento e transparência na pesquisa e sua divulgação

O conceito de “ciência aberta” tem circulado bastante na área acadêmica, mas nem sempre bem aceito ou compreendido. Seria o livre acesso a artigos científicos? Uma ciência democrática, para todos? Ao aderir aos procedimentos da ciência aberta, Bakhtiniana destaca as novas possibilidades de diálogo entre ciência e sociedade. Read More →

POETAMENOS de Augusto de Campos é uma transcriação da melodia de timbres de Anton Von Webern

Colagem: no fundo dois retângulos dispostos verticalmente (pintura abstrata e espaço branco), duas cabeças em preto em branco recortadas e o texto "poetamenos"

POETAMENOS, uma série de seis poemas plurilíngues e policromáticos, é o mais importante precursor do concretismo no Brasil. A série é uma transcriação da melodia de timbres do compositor austríaco Anton von Webern. Investigamos alguns dos recursos mais usados por Augusto de Campos para transcriar a música de Webern. Read More →

As ciências da linguagem e os discursos sobre a pandemia: a questão da ética

O difícil momento pandêmico que estamos vivendo demanda uma postura ética de cada cidadão, posição defendida por Bakhtiniana (16.4), em “Pandemia, ética e discursos”. A busca e reconhecimento dessas variadas posturas eticamente responsáveis podem ser comprovadas nos artigos do número, que analisam os variados discursos em circulação no período e os valores por eles propalados. Read More →

Relembrar é reviver: memória da análise do discurso no Brasil

Ao resgatar a memória de pesquisadores que por qualquer motivo tenham ficado à margem das teorias que auxiliaram a forjar, abrem-se novas trilhas, verdadeiros veios pelos quais outros pensamentos podem transbordar e ampliar um campo por vezes estagnado. É essa a beleza oculta do artigo aqui apresentado. Read More →

Pesquisar é uma arte? Processos criativos têm a ver com estudos acadêmicos?

Processos criativos (no cinema, artes visuais, literatura, teatro, música) podem ensinar, e muito, a quem pesquisa na área da educação. Aprendemos nos relatos de artistas que arte, pensamento e vida não se separam. Aprendemos também que um texto científico pode (e deve) mostrar-se com vitalidade e inclusive beleza estética. Read More →

Cooperação, orientação pragmática e engajamento crítico: o futuro da Linguística Aplicada

Nas ciências, o adjetivo “aplicado” pode ser pensado como “prático” ou “pragmático”. Uma orientação prática tem sido a marca da Linguística Aplicada nas últimas quatro décadas. O futuro do campo também demanda uma postura nessa direção. Read More →