Tag: Brazilian Journal Of Food Technology

Técnicas assistidas de extração de compostos bioativos de frutas reduzem tempo de processo e resíduos tóxicos

Foto. Um amontoado de restos de frutas e de vegetais descartados. Fundo branco e sólido.

A comparação das técnicas convencionais e emergentes para a extração de compostos bioativos de resíduos de frutas identificou que algumas técnicas emergentes são particularmente interessantes para o meio ambiente. Além disso, a extração emergente por enzimas e as extrações por processos fermentativos são destacadas como alternativas para promover a liberação de compostos de resíduos de frutas não extraídos por outras técnicas. Read More →

Carne de búfalo é alternativa proteica pouco conhecida pelos brasileiros

Composição: quatro imagens dispostas em 2x2. Diferentes embalagens plástico ou isopor com fatias de carne congelada, como as vendidas em supermercados. Na embalagem os textos "contra-filé", "carne resfriada bovina", "sem osso", a figura vetorizada de um boi, selo de qualidade e outras informações pequenas. Nas quatro embalagens, cada uma diz um tipo de carne: nas duas de cima, angus e nelore; nas duas de baixo, búfalo. Cada imagem tem uma letra (a, b, c, d).

Rica em nutrientes, e com menos gorduras, a carne de bubalino é pouco consumida no país, embora o rebanho brasileiro seja um dos maiores do mundo. Estratégias de marketing, informações nutricionais e preços convidativos podem mudar esse cenário, transformando o alimento em um item mais presente nas mesas dos brasileiros. Read More →

Ora-pro-nóbis agrega proteínas e minerais em farinha de banana verde

Bananas e folhas de ora-pro-nóbis durante as etapas do processamento para higienização, corte e imersão em ácidos orgânicos para o controle do escurecimento enzimático.

A farinha de ora-pro-nóbis pode ser utilizada como fonte de nutrientes para farinhas mistas à base de banana verde, por apresentar propriedades como aumento de teores proteicos e de minerais, especialmente no contexto de crescente demanda da indústria por alimentos sem glúten. Read More →

Resíduo da industrialização de suco de maracujá produz óleo de alta qualidade

Foto horizontal retangular. Na porção direita da imagem: pote de vidro com polpa de maracujá, uma colher de metal, dois maracujás fechados e folhas verdes sobre uma tábua de corte. Ao lado da tábua um maracujá cortado ao meio ainda com polpa. No fundo, uma superfície de mármore.

O óleo de maracujá apresenta alto valor comercial devido aos teores de bioativos e antioxidantes. A recuperação do óleo a partir do subproduto industrial foi avaliada através de processo combinado de secagem e prensagem. Promissores, os resultados indicam alto rendimento e obtenção de produto com bom perfil de ácidos graxos. Read More →

Linhagens de soja para melhoramento genético agregam valor nutricional

Foto retangular horizontal. Sementes de soja ocupam toda a imagem. São amareladas e ovais com certa variação no formato entre as sementes.

Foi investigada a presença e a ausência de atividades de lipoxigenases em 114 linhagens na geração F6/7 do cruzamento entre as cultivares IAC PL-2 (com lipoxigenases) e BRS 213 (sem lipoxigenases). A espectrofotometria confirmou oito linhagens triplo-nulas, apresentando boas características nutricionais como fonte de proteína, adequadas para dietas à base de plantas. Read More →

Sangue bovino e clara de ovo demonstram alto potencial na encapsulação de bioativos

igura: Microscopia óptica (A e C) e microscopia eletrônica de varredura (B e D) da micropartícula de pectina revestida. A e B, micropartículas revestidas com sangue bovino. C e D, micropartículas revestidas com clara de ovo.

Proteínas de sangue bovino e de clara de ovo em seus estados naturais foram utilizadas na cobertura de micropartículas. O produto tem alto potencial de uso como veículo de entrega de compostos bioativos, podendo conferir funcionalidade a diferentes alimentos para o consumo em dietas especiais e saudáveis. Read More →

Produção orgânica: mercado justo mostra-se mais sustentável na produção de cacau

Árvores de cacau com troncos médios, folhas verdes ovais e largas, frutos verdes pendurados pelo tronco. As árvores estão levemente distantes umas das outras, e o solo está coberto por folhas marrons.

Emissões de gases de efeito estufa foram determinadas em fazendas das regiões Transamazônica e Xingu, nas etapas de colheita, fermentação e secagem do cacau. Os resultados mostraram que fertilizantes químicos aumentam as emissões nas culturas convencionais, e a cultura orgânica-mercado justo apresenta melhores resultados ambientais, sociais e econômicos. Read More →

Cobertura comestível prolonga a vida útil do pinhão minimamente processado

Fotografia de uma pinha aberta e pinhões.

O pinhão é rico em vitamina C, fibras e carboidratos de baixo índice glicêmico. O processamento mínimo visa a conservação e oferta um produto de maior praticidade. Revestimentos comestíveis a base de quitosana e gelatina aumentaram a vida útil do pinhão semipronto, representando um potencial incentivo ao consumo. Read More →

Insetos: a proteína do mundo sustentável

Fotografia mostrando uma bandeja de grilos fritos.

Insetos são alimentos potencialmente saudáveis e sustentáveis devido ao alto teor proteico e baixo impacto ambiental da produção, porém o consumo apresenta grande rejeição. A hidrólise enzimática da proteína pode ser uma alternativa de aproveitamento, resultando na produção de peptídeos com importantes atividades funcionais para emprego em alimentos e nutracêuticos. Read More →

Sorvete de chocolate à base de plantas: tendência ou futuro de consumo?

Um pote com sorvete de chocolate.

Sorvetes plant based produzidos com proteína de soja apresentam melhor aceitação do que com proteína de arroz, entretanto, o uso de edulcorantes impacta negativamente a aceitação sensorial. Formulações com estévia apresentam intensidade e duração do gosto amargo, e com sucralose, baixa intensidade do sabor e do gosto doce. Read More →