Tag: Epidemiologia E Serviços De Saúde

Bullying em adolescentes brasileiros: um desafio para a saúde pública

Fotografia de crianças apontando para uma menina com as mãos no rosto

O bullying é um tipo de violência entre pares considerado grave problema de saúde pública. É mais comum entre os adolescentes, conforme dados da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE). Maior supervisão parental reduziu a chance de vitimização e perpetração de bullying entre adolescentes escolares brasileiros, segundo este levantamento. Read More →

Hanseníase: como a análise espacial e temporal auxilia na vigilância em saúde

Enfermeiro(a) com luva segura a mão de uma pessoa e faz um exame de hanseníase

A hanseníase é uma doença milenar, sendo registrada desde os papiros do antigo Egito. No Brasil, o tratamento e a cobertura são garantidos pelo SUS. Com os progressos no tratamento e no controle da doença no mundo, análises espaciais e temporais do evento assumem papel importante no monitoramento da transmissão e na definição de estratégias de intervenção para o seu controle e/ou eliminação. Read More →

Validação de questionário curto para avaliar a qualidade de vida de pessoas com diabetes no Brasil

Duas mulheres de máscara estão sentadas à uma escrivaninha, a mulher à esquerda é uma agente da UBS e está com uma prancheta e caneta em mãos, a mulher à direita está respondendo às perguntas da agente.

Avaliar a “qualidade de vida” dos pacientes é importante para verificar se o tratamento de uma doença contribui a melhora da condição de vida das pessoas. Uma pesquisa realizada com usuários da atenção básica do SUS de Montes Claros, MG, validou um questionário para avaliar a qualidade de vida de pessoas com diabetes. O questionário de 39 questões, já validado para o Brasil, se mostrou válido e confiável. Read More →

COVID-19 em crianças, adolescentes e jovens: um alerta para o retorno escolar

O alto percentual de indivíduos assintomáticos pode impactar a cadeia de transmissão da COVID-19 nas escolas e impulsionar surtos da doença em escolas. Para o retorno às aulas presenciais, sugere-se o acompanhamento de estudantes e trabalhadores com sintomas, a rápida ação de efetivo isolamento e pronto diagnóstico da infecção por métodos moleculares. Read More →

Impacto da pandemia de COVID-19 no Brasil: identificação de municípios em condições de vazio assistencial absoluto

A pandemia de COVID-19 tem sido um desafio para a atenção terciária ou de alta complexidade no Brasil. Em análise da reorganização do sistema de saúde no país revelou-se que, com exceção da região Sul, todas as macrorregiões do país possuem elevada quantidade de municípios situados em regiões de vazios assistenciais. Read More →

Tendências crescentes de taxas de incidência de sífilis gestacional e sífilis congênita evidenciam um problema que persiste

Foto de uma mulher negra grávida usando vestido. No fundo uma porta de madeira.

Estudo que analisou notificações de sífilis gestacional e congênita no estado de Minas Gerais revelou tendências crescentes para as taxas de incidência da doença no período de 2009 a 2019. A sífilis gestacional e congênita persiste como grave problema de saúde pública e o seu controle depende do fortalecimento da assistência pré-natal e acompanhamento do tratamento de gestantes diagnosticadas. Read More →

Cobertura vacinal em crianças: desigualdades na distribuição

Doroteia Aparecida Höfelmann, Editora Associada da Epidemiologia e Serviços de Saúde: revista do Sistema Único de Saúde do Brasil, docente Read More →

Insegurança alimentar em crianças: a importância do contexto socioeconômico

A insegurança alimentar (IA) é considerada uma violação do direito ao acesso a alimentos de qualidade e em quantidade suficiente para a manutenção de atividades diárias dos indivíduos. Dessa forma, torna-se necessário o monitoramento da IA e de todos os seus determinantes, para que se estabeleçam ações que auxiliem na diminuição dessa condição, especialmente em grupos mais vulneráveis. Read More →

Tendência de sobrepeso e obesidade: ocorrência e desafios para conter o aumento em todas as faixas etárias

Para promover ou implementar estratégias de controle do excesso de peso na população, é necessário ter conhecimento sobre a tendência da prevalência de sobrepeso e de obesidade. Desta forma, observa-se se existe aumento, diminuição ou estabilidade e, ainda, pode-se identificar o perfil dos indivíduos acometidos por essas condições. Read More →

Aplicação de modelos probabilísticos na vigilância de Aedes: exemplo do Rio Grande do Sul, Brasil

Proposta comparativa entre estratégias de detecção de Aedes no estado do Rio Grande do Sul. Foi elaborado e avaliado modelo probabilístico frente às coletas de larvas realizadas na rotina local. O modelo propõe a correção das dificuldades operacionais, com melhora dos indicadores e ganho na qualidade do serviço prestado. Read More →