Há iniquidades no uso de serviços de saúde bucal por crianças no SUS?

Estudo descreveu o uso dos serviços de saúde bucal e as situações de atendimento (concluído, evasão, encaminhamento para a atenção secundária) entre crianças com necessidade de tratamento odontológico, usuárias do Sistema Único de Saúde de Belo Horizonte, Minas Gerais. A pesquisa revela uma iniquidade persistente no uso e resolutividade dos serviços de saúde bucal pelas crianças avaliadas. Read More →

Até quando iremos negligenciar a Saúde nos Estudos de Impacto Ambiental? Uma análise sobre a relevância da Avaliações de Impacto à Saúde (AIS).

A análise de impactos à saúde é realizada de forma superficial em licenciamentos ambientais e na adoção de algumas políticas públicas. Nesse sentido, a adoção de uma ferramenta padronizada de Avaliação de Impacto à Saúde (AIS) evitaria a geração de inequidades em saúde e reduziria os custos associados nesse setor. Read More →

Como se pode entender a categoria trabalho pedagógico como descrição do trabalho dos professores na escola?

Pesquisa visa a colaborar para a distinção de “trabalho pedagógico” em relação à concepção de “prática pedagógica” e de “ação pedagógica”, colaborando, assim, para o resgate dos sentidos desse trabalho específico na escola. Partiu-se de como a categoria trabalho pedagógico é apresentada na literatura, elaborou-se compreensões dela e, à luz das pesquisas já realizadas, observou-se essas compreensões no cotidiano escolar, a partir dos discursos de professores. Read More →

Qual o efeito terapêutico do mel na tosse?

Estudo teve como objetivo avaliar a taxa de melhoria imediata da tosse irritativa em pacientes tratados com associação do extrato do Ananas comosus em mel de abelha e compará-la com o uso isolado do mel. Os dados revelaram que as taxas de melhora foram similares entre os grupos levando os pesquisadores a concluir que é possível que haja um efeito terapêutico do mel nas características do muco e da tosse. Read More →

Que fatores favorecem ou não o aproveitamento e a permanência no Ensino Superior?

Educação e Pesquisa publica, em seu volume contínuo do ano de 2018, seção temática sobre o Ensino Superior. O tema tem sido objeto de crescente interesse acadêmico em diferentes países, o que parece decorrer, dentre outros fatores, da ampliação do acesso à universidade a camadas antes não presentes nesse nível de escolarização. Read More →

É a partir da infância que se constrói a longevidade

O intenso e rápido crescimento e desenvolvimento do ser humano na infância e na adolescência se conectam, de forma inexorável, ao processo de envelhecimento no que se refere aos processos cognitivos, à necessidade de manutenção das atividades físicas e cerebrais prévias e, também, em relação ao declínio de algumas funções. Em ambas as fases da vida a dependência e a vulnerabilidade são marcantes, demandando cuidado e apoio social para preservação da qualidade de vida e saúde. Read More →

Como viabilizar a produção de energia (biodiesel) e a recuperação de materiais (biochar) nas áreas urbanas?

A eliminação segura do lodo de esgoto é uma das questões mais urgentes no ciclo de tratamento de águas residuais. As opções mais usadas no momento são: no aterro, na agricultura, na incineração ou co-incineração, na produção industrial de tijolos, nos asfaltos e no concreto. Read More →

Importância da Odontologia Hospitalar: problemas bucais podem causar complicações em paciente hospitalizados

O cirurgião-dentista deve ser um profissional permanente na equipe multiprofissional dos hospitais. A atenção odontológica aos pacientes hospitalizados contribui efetivamente para a recuperação desse indivíduo. A presença do cirurgião-dentista em hospital pode evitar complicações bucais que repercutem na recuperação geral do paciente. Devido ao preconceito referente à prática odontológica no ambiente hospitalar, ocorre uma dificuldade ao atendimento integral do paciente em ambiente hospitalar. Read More →

Síndrome da fragilidade, antidepressivos e a reflexão de gestores e profissionais sobre as ILPIs

A Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia (RBGG) inicia 2018 com um número bastante rico de temas. Dois artigos, no entanto, mereceram destaque nesta edição: um sobre a relação entre a síndrome de fragilidade e o uso de antidepressivos e outro sobre as dimensões atribuídas às Instituições de Longa Permanência do Idoso (ILPIs) por gestores e profissionais. Read More →

Os olhares de Eugène Sue e os folhetins na Buenos Aires do século XIX

Pesquisa apresenta os folhetins em circulação nos periódicos argentinos a partir da década de 1840 e busca refletir sobre a recepção, circulação e comercialização editorial deste gênero na região rio-platense. Como resultado do boom da literatura industrial, como ficaram conhecidos esses folhetins, Buenos Aires viveu uma especulação editorial sem precedentes. Read More →