Tag: Educação

Questionário validado permite identificação de vulnerabilidade digital entre os adolescentes

Questionário de Identificação de Vulnerabilidade Digital (Q-IVD) sendo exibido nas telas de três diferentes aparelhos eletrônicos (um smartphone, um tablet e um notebook) que estão sobrepostos a um fundo branco. Junto a eles há um código QR direcionando para o mesmo questionário.

As relações sociais na atualidade estão cada vez mais imersivas em uma série de recursos tecnológicos que, por sua vez, contribuem para aumentar significativamente a quantidade de jovens que fazem uso das tecnologias digitais, muitas vezes de maneira inadequada e abusiva. Read More →

Juventudes na contemporaneidade

Quatro profissionais negros trabalhando em um escritório. Dois deles, um homem e uma mulher, estão sentados em uma mesa ao fundo, concentrados em seus notebooks. Os outros dois estão em primeiro plano, engajados em uma conversa. A mulher aponta para o notebook enquanto se comunica com o rapaz, que também o observa atentamente.

Atualmente, os jovens representam uma parcela de 25% da população global. Esse grupo tem enfrentado inúmeros desafios relacionados a desigualdades e mudanças nas dinâmicas do mundo do trabalho, notadamente, com o crescimento exponencial das novas tecnologias. O debate sobre as juventudes destaca a necessidade de uma abordagem crítica e multidisciplinar para compreender e enfrentar esse cenário. Read More →

Por que “caímos” em fake news e como evitar?

Máquina de escrever azul posicionada sobre uma mesa de madeira, com uma folha de papel inserida onde se lê "Fake News" em letras destacadas. Ao lado da máquina, repousam dois livros com capas que abordam os temas de fake news e desinformação, ambos sobrepostos a um jornal dobrado. Ao fundo, contra a parede, uma televisão ligada exibe um telejornal.

Os altos níveis de escolaridade, apesar de importantes, não são garantidores de uma leitura crítica de notícias falsas. Por meio de uma revisão do pensamento de Espinosa, os pesquisadores apontam para a importância da compreensão dos afetos como um elemento explicativo da dinâmica das fake news, bem como do seu uso, atrelado aos processos educacionais, para buscar combater o problema. Read More →

Pensamento crítico, dimensão formativa e valores democráticos da universidade na era neoliberal

Interior de uma biblioteca da Universidade de Washington, em Seattle, mais conhecida como Suzzallo Library. Na fotografia, há uma grande sala de leitura com mesas e cadeiras de madeira, onde algumas pessoas estudam. A sala é ladeada por prateleiras de livros.

Suscitar as razões do enfraquecimento do vínculo entre universidade e formação humana no atual contexto do capitalismo neoliberal auxilia a entender esse contexto. Estudos realizados apresentam diagnóstico dessa situação e, inspirados na Bildung (formação cultural) moderna, propõem uma noção ampliada de formação humana. Read More →

Os desafios da docência diante do modelo de ensino híbrido na universidade mercantilista

Ilustração de mãos manipulando um tablet, onde a tela e ícones flutuantes ao redor representam elementos educacionais, como uma lousa, globo terrestre, modelo atômico de Bohr, livros e calculadoras, sobre um fundo laranja.

A mercantilização do ensino superior tornou-se um negócio lucrativo, respondendo aos anseios de satisfação do mercado. Os estudos de psicanálise, educação e formação docente mostram que o uso do ensino mediado pelas tecnologias precariza e pode prescindir-se do professor, ao passo que, ao objetificá-lo, expropria-o de seu lugar de enunciação. Read More →

Desafios e proposições na docência e formação continuada na educação básica

Professora e alunos sentados no chão de uma sala de aula, em círculo. A docente está sorrindo, com um livro em mãos.

A formação de docentes para a educação básica enfrenta uma série de desafios, especialmente na capacidade de proporcionar ferramentas para a compreensão e análise da realidade social e profissional. Diante da crise na formação docente, é fundamental repensar as políticas educacionais. A proposta das pesquisadoras é uma formação ancorada nos contextos culturais e institucionais dos educadores, possibilitando transformações e condições de trabalho mais propícias. Read More →

Desigualdades de gênero no mercado de trabalho jurídico

Escultura de Têmis (deusa grega da justiça) exibindo uma expressão destemida enquanto segurando uma balança, símbolo da justiça, em frente a um edifício. Ela está ladeada por duas crianças, um menino e uma menina, como se as estivesse protegendo.

O aumento contínuo de mulheres em profissões jurídicas não tem se traduzido em posições de comando nesse mercado e consequentemente em equidade salarial com seus pares masculinos. Embora tenha havido mudanças significativas, algumas desigualdades ainda persistem principalmente em relação à renda, região e idade desses profissionais. Read More →

Transformações urbanas e escolarização

Fachada da Escola Nossa Senhora de Lourdes, no Rio de Janeiro. Em frente à escola, há alguns carros estacionados e algumas pessoas.

Em um contexto em que muitas residências luxuosas se transformavam em cortiços, a transição da casa do Visconde de Ouro Preto para um colégio católico destaca-se como um episódio emblemático. Este movimento não apenas ressignificou a arquitetura, mas também inseriu o Colégio Nossa Senhora de Lourdes em uma narrativa intrincada de memória, território e representações sociais, oferecendo uma visão singular da evolução urbana e social do Rio de Janeiro. Read More →

Os encontros epistêmicos entre John Dewey e Paulo Freire

Cinco crianças de costas, vestindo fantasias de super-heróis em um parque com árvores e gramado. Acima da fotografia, há um quadro branco com desenhos de planetas e astros.

Dewey e Freire compartilham diversas convergências epistemológicas em suas pedagogias. Ambos enfatizam a curiosidade como impulso inicial para o conhecimento, influenciando o pensamento reflexivo e a lógica pedagógica. O encontro epistêmico e a crítica ao tradicionalismo educacional são basilares em suas filosofias. Read More →

As desigualdades educacionais afetam a capilaridade do Saeb no território brasileiro

Lápis azul marinho com listras laranjas sobre um gabarito de prova.

Análise das desigualdades que impactam o acesso aos dados educacionais mostrou que, no âmbito da rede pública de ensino médio, a probabilidade de um município atingir a taxa mínima de participação estabelecida para o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb) em 2021 foi maior em localidades que apresentaram, em 2019, um maior número de matrículas e respostas mais efetivas diante da pandemia de Covid-19. Read More →