Category: Multidisciplinar

Qual a prevalência do consumo de álcool e tabaco em idosos?

A Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia apresenta, no número 2 de 2018, um de leque de aspectos sobre a saúde do idoso. Destacamos neste post o artigo sobre a prevalência e fatores associados ao alcoolismo e tabagismo por idosos. Entre outros resultados, o estudo mostra que cerca de 25% dos participantes consome álcool e quase 60% fuma há mais de 30 anos. Read More →

Como as maratonas hackers podem ser aplicadas no campo da Saúde?

O estudo mapeou a realização de maratonas hackers no Brasil, com desafios voltados para o campo da Saúde, no período entre 2000 e 2016. Os resultados ressaltam o potencial da metodologia no fomento à criatividade e à inovação, a partir do trabalho colaborativo em equipe multiprofissional no campo da Saúde. Read More →

As controvérsias da publicidade de alimentos e bebidas no Brasil: o modelo de regulamentação atual é eficaz?

Há vários estudos quanto à influência das propagandas de alimentos e bebidas nos hábitos alimentares e na saúde da população, especialmente entre crianças. No Brasil, a regulação de peças publicitárias é alvo de discussão no campo da saúde pública há bastante tempo, tendo em vista os limites da autorregulação. Assim, o estudo buscou sintetizar evidências científicas do papel do governo, indústrias e organizações do setor privado na atuação em regulação de propagandas de alimentos e bebidas por meio de uma revisão de literatura. Read More →

História, Ciências, Saúde – Manguinhos apresenta temas variados em seu segundo número de 2018

Treze artigos inéditos são os destaques da edição do periódico História, Ciências, Saúde – Manguinhos. O número 2 do volume 25 de 2018 do periódico científico da Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz) traz na seção “Análise” temas variados, que vão desde a experiência com arte na Colônia Juliano Moreira e as epidemias no México e nos Andes no século XVI até a discussão sobre polícia política e os impactos socioambientais da estrada Bragança-Ajuruteua, no Pará. Read More →

A hospitalização impacta a funcionalidade de idosos? E para os que têm Síndrome da Fragilidade?

A Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia apresenta, no número 2 de 2018, um de leque de aspectos sobre a saúde do idoso. Destacamos neste post o artigo sobre o impacto da hospitalização na funcionalidade e na fragilidade de idosos. Entre outros resultados, o estudo encontrou piora na funcionalidade após a alta hospitalar, principalmente com idosos frágeis. Read More →

A coragem das Mães Waldorf para parir

Como parem as Mães Waldorf da Demétria? Em 2013, por seis meses, realizamos uma etnografia sobre a gestação e o parto na Antroposofia, no bairro rural da Demétria, em Botucatu, São Paulo. Atualmente, há um campo de pesquisa articulado entre as Ciências Sociais e a área da saúde para estudar as novas formas de parir na contemporaneidade. As pesquisas brasileiras apontam para diferentes contornos sobre o parto. Read More →

Até quando iremos negligenciar a Saúde nos Estudos de Impacto Ambiental? Uma análise sobre a relevância da Avaliações de Impacto à Saúde (AIS).

A análise de impactos à saúde é realizada de forma superficial em licenciamentos ambientais e na adoção de algumas políticas públicas. Nesse sentido, a adoção de uma ferramenta padronizada de Avaliação de Impacto à Saúde (AIS) evitaria a geração de inequidades em saúde e reduziria os custos associados nesse setor. Read More →

Síndrome da fragilidade, antidepressivos e a reflexão de gestores e profissionais sobre as ILPIs

A Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia (RBGG) inicia 2018 com um número bastante rico de temas. Dois artigos, no entanto, mereceram destaque nesta edição: um sobre a relação entre a síndrome de fragilidade e o uso de antidepressivos e outro sobre as dimensões atribuídas às Instituições de Longa Permanência do Idoso (ILPIs) por gestores e profissionais. Read More →

Qual o lugar da América Latina na historiografia das exposições internacionais?

Ensaio analisa a historiografia das exposições internacionais do século XIX e início do XX e propõe uma abordagem teórica para o estudo dos eventos realizados na América Latina, até recentemente marginalizados ou invisíveis em um panorama que privilegia a Europa e a América do Norte. Read More →

Ser idoso no mundo contemporâneo – resiliência, questões econômicas, saúde física e social

Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia traz em seu número 5 de 2017 o editorial de Ina Voelcker, Diretora Técnica no Centro Internacional de Longevidade Brasil, tratando da resiliência ao longo da vida, diante das mudanças do mundo contemporâneo. Nesta edição, além dos temas voltados para a saúde física dos idosos, são apresentados artigos abordando questões econômicas, sociais e macrossociais. Read More →