Trabalho, ambiente e cuidados em saúde. Os maiores problemas de saúde do Brasil contemporâneo

Por Maria Cecília de Souza Minayo, Editora-chefe e Luiza Gualhano, Assistente de comunicação, Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Ciência & Saúde Coletiva (vol. 23, no. 5), aborda as doenças crônicas não transmissíveis que acabam afetando mais os trabalhadores de baixa renda e refletem os efeitos negativos da globalização e das desigualdades no acesso aos serviços de saúde, da urbanização rápida, da vida sedentária, da alimentação com alto teor calórico e do marketing que estimula o uso do tabaco e do álcool. No caso das violências existem sólidas evidências que destacam as desigualdades associadas aos perfis de gênero, raça/cor, baixa escolaridade e renda como fatores associados.

Uma particularidade importante no perfil das DANT é a relação entre o trabalho, o ambiente e o estilo de vida que se refletem tanto nos agravos à saúde como nas lesões sofridas no desempenho das atividades, como mostram os artigos de Zago, et al. (2018) e de Simões, Assunção e Medeiros (2018).

Esta edição temática dá especial atenção aos ambientes rurais onde também as DANT estão vicejando e trazendo agravos aos trabalhadores como mostram os estudos de Pontes, Rigotto e Silva (2018); Géa-Horta, et al. (2018); Mariosa, Ferraz e Santos-Silva (2018) e Silva, et al. (2018).

Nos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e na agenda 2030, diversos indicadores referentes às DANT foram incluídos, com metas de redução da mortalidade por doenças crônicas, por acidentes de trânsito e pelos diversos fatores que atuam contra a vida saudável. Assim como há metas que visam a transformações sociais e culturais que levem à redução do uso de tabaco, do abuso de álcool, da superação da violência de gênero – particularmente, da que afeta mulheres e meninas – e que assegurem um transporte público de qualidade e acessível aos trabalhadores. A questão ambiental mais que nunca está na pauta. Particularmente quanto às mudanças climáticas provocadas por desmatamentos e outras depredações realizadas pela ganância econômica, pela poluição dos rios, do ar e dos alimentos e pelo uso de substâncias tóxicas e cancerígenas.

O aprendizado em relação às DANT mostra que é preciso organizar a vigilância desses eventos, atuar na redução das desigualdade e das iniquidades, instituir agendas regulatórias que reduzam vulnerabilidades, agindo de forma participativa, articulada e intersetorial.

Referências

GEA-HORTA, T., et al. Mudanças antropométricas e seus efeitos sobre os fatores de risco cardiometabólicos em populações rurais do Brasil. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2018, vol. 23, no. 5, pp. 1415-1423, ISSN: 1413-8123 [viewed 12 June 2018]. DOI: 10.1590/1413-81232018235.19552016. Available from: http://ref.scielo.org/8gjpdp

MARIOSA, D.F., FERRAZ, R.R.N. and SANTOS-SILVA, E.N. Influência das condições socioambientais na prevalência de hipertensão arterial sistêmica em duas comunidades ribeirinhas da Amazônia, Brasil. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2018, vol. 23, no. 5, pp. 1425-1436, ISSN: 1413-8123 [viewed 12 June 2018]. DOI: 10.1590/1413-81232018235.20362016. Available from: http://ref.scielo.org/qrjb7b

PONTES, A.G.V., RIGOTTO, R.M. and SILVA, J.V. Necessidades de saúde de camponeses em conflito ambiental frente à instalação de Perímetros Irrigados. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2018, vol. 23, no. 5, pp. 1375-1386, ISSN: 1413-8123 [viewed 12 June 2018]. DOI: 10.1590/1413-81232018235.05022016. Available from: http://ref.scielo.org/gyr42q

SILVA, E.R.D.F.S., et al. Análise sociodemográfica e ambiental para ocorrência de anticorpos antiLeptospira em cães de Teresina, Piauí, Brasil. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2018, vol. 23, no. 5, pp. 1403-1414, ISSN: 1413-8123 [viewed 12 June 2018].  DOI: 10.1590/1413-81232018235.19532016. Available from: http://ref.scielo.org/fzp2gq

SIMÕES, M.R.L., ASSUNÇÃO, A.A. and MEDEIROS, A.M. Dor musculoesquelética em motoristas e cobradores de ônibus da Região Metropolitana de Belo Horizonte, Brasil. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2018, vol. 23, no. 5, pp. 1363-1374, ISSN: 1413-8123 [viewed 12 June 2018]. DOI: 10.1590/1413-81232018235.13542016. Available from: http://ref.scielo.org/8fgf5g

ZAGO, A.M., et al. Prevalência e Fatores Associados à Acidente de Trabalho em Fumicultores do Município de São Lourenço do Sul, RS, Brasil. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2018, vol. 23, no. 5, pp. 1353-1362, ISSN: 1413-8123 [viewed 12 June 2018]. DOI: 10.1590/1413-81232018235.13172016. Available from: http://ref.scielo.org/r7trvh

Para ler os artigos, acesse

Ciênc. saúde coletiva vol.23 no.5 Rio de Janeiro May 2018

Link externo

Ciência & Saúde Coletiva – CSC: <http://www.scielo.br/csc>

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

MINAYO, M.C.S. and GUALHANO, L. Trabalho, ambiente e cuidados em saúde. Os maiores problemas de saúde do Brasil contemporâneo [online]. SciELO em Perspectiva | Press Releases, 2018 [viewed ]. Available from: https://pressreleases.scielo.org/blog/2018/06/12/trabalho-ambiente-e-cuidados-em-saude-os-maiores-problemas-de-saude-do-brasil-contemporaneo/

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post Navigation