Há 25 anos Ciência & Saúde Coletiva subsidia a construção do SUS

Por Maria Cecília de Souza Minayo, Editora-chefe e Luiza Gualhano, Assistente de comunicação, Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Este número temático da Revista Ciência & Saúde Coletiva (vol. 25, nol. 3) reúne trabalhos sobre os serviços e cuidados em saúde. Dentre eles, destacam-se alguns de grande relevância, tais como: uma análise dos serviços preventivos destinados à população adulta, à luz da Pesquisa Nacional de Saúde de 2013 (IBGE/MS) (SILVA; TORRES; PEIXOTO, 2020); a avaliação da qualidade do pré-natal oferecido pelo SUS no país, à luz do Programa de Humanização (MENDES, et al., 2020); o desenvolvimento de instrumentos para inspeção sanitária dos serviços de alimentação e nutrição no Brasil (VITERBO, et al., 2020); a avaliação das notificações sobre dengue no território nacional (MARQUES, et al., 2020); e a análise do acesso a vários serviços complementares como os de fonoaudiologia (RECH, et al., 2020), de odontologia (GABRIEL, et al., 2020).

O conjunto de textos oferece uma leitura importante sobre os avanços e desafios do SUS, foco da Revista Ciência & Saúde Coletiva, que durante toda a sua existência busca veicular os conhecimentos científicos que subsidiam seu desenvolvimento. Ela e a Revista Brasileira de Epidemiologia constituem os veículos por meio dos quais a ABRASCO (que acaba de completar 40 anos) se insere na comunicação científica no Brasil e no mundo.

Ciência & Saúde Coletiva, que aderiu ao “acesso aberto” desde o seu nascimento, neste momento dá um passo a mais: vai se integrando ao mundo da “ciência aberta”, cujos três passos podem ser assim resumidos: aceitação de manuscritos depositados em servidores de preprints; abertura progressiva do processo de avaliação por pares; abertura e compartilhamento de dados como parte do processo de submissão de artigos.

O periódico tem muito a comemorar: está indexada em 22 bases de dados nacionais e internacionais de acesso aberto, e apresenta-se à disposição do leitor na sua página web (http://www.cienciaesaudecoletiva.com.br) e nas redes sociais: Facebook, Twitter e Instagram. Em 2019, manteve sua posição de liderança no Google Acadêmico como o periódico brasileiro mais citado de todas as áreas do conhecimento do país e, pela primeira vez, seu fator de impacto na Web of Science atingiu mais de um ponto, chegando a 1.008! E, em 4 de setembro de 2019, recebeu o prêmio internacional “Research Excellence Awards Brazil”, concedido pelo Web of Science Group, pertencente à Clarivate Analytics. A iniciativa reconheceu o bom desempenho da pesquisa brasileira, e o periódico foi contemplado na categoria “Prêmio SciELO Citation Index”.

Uma palavra muito especial ao time unido que trabalha para manter e desenvolver a Ciência & Saúde Coletiva e para algumas instituições que a potencializam: a Fundação Oswaldo Cruz, que a cofinancia; ao SciELO, que a impulsiona; ao CNPq e à CAPES, que, mesmo em tempos de penúria, endossam sua existência; e à FAPERJ, que em tempos melhores tem colaborado para sua implementação. Que venha mais um ano promissor e pleno de realizações!

Referências

GABRIEL, M., et al. Mecanismos de ingresso de dentistas no SUS: uma agenda prioritária para o fortalecimento do Brasil Sorridente. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2020, vol. 25, no. 3, pp. 859-868, ISSN: 1413-8123 [viewed 25 March 2020]. DOI: 10.1590/1413-81232020253.14532018. Available from: http://ref.scielo.org/tyhngz

MENDES, R.B., et al. Avaliação da qualidade do pré-natal a partir das recomendações do Programa de Humanização no Pré-natal e Nascimento. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2020, vol. 25, no. 3, pp. 793-804, ISSN: 1413-8123 [viewed 25 March 2020]. DOI: 10.1590/1413-81232020253.13182018. Available from: http://ref.scielo.org/wj584r

RECH, R.S., et al. Acesso e uso de serviços de Fonoaudiologia em Porto Alegre, Brasil: estudo populacional. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2020, vol. 25, no. 3, pp. 817-825, ISSN: 1413-8123 [viewed 25 March 2020]. DOI: 10.1590/1413-81232020253.17212018. Available from: http://ref.scielo.org/7hc4km

SILVA, S.L.A. da; TORRES, J.L. and PEIXOTO, S.V. Fatores associados à busca por serviços preventivos de saúde entre adultos brasileiros: Pesquisa Nacional de Saúde, 2013. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2020, vol. 25, no. 3, pp. 783-792, ISSN: 1413-8123 [viewed 25 March 2020]. DOI: 10.1590/1413-81232020253.15462018. Available from: http://ref.scielo.org/jnp795

VITERBO, L.M.F., et al. Desenvolvimento de um instrumento quantitativo para inspeção sanitária em serviços de alimentação e nutrição, Brasil. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2020, vol. 25, no. 3, pp. 805-816, ISSN: 1413-8123 [viewed 25 March 2020]. DOI: 10.1590/1413-81232020253.16372018. Available from: http://ref.scielo.org/wg3dn8

Para ler os artigos, acesse

Ciênc. saúde coletiva vol.25 no.3 Rio de Janeiro mar. 2020

Link externo

Ciência & Saúde Coletiva <http://www.cienciaesaudecoletiva.com.br>

Ciência & Saúde Coletiva – CSC: <http://www.scielo.br/csc>

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

MINAYO, M.C.S. and GUALHANO, L.A. Há 25 anos Ciência & Saúde Coletiva subsidia a construção do SUS [online]. SciELO em Perspectiva | Press Releases, 2020 [viewed ]. Available from: https://pressreleases.scielo.org/blog/2020/03/25/ha-25-anos-ciencia-saude-coletiva-subsidia-a-construcao-do-sus/

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post Navigation