O guia para escrita de relatórios de pesquisa qualitativa – COREQ agora está disponibilizado em português

Virginia Ramos dos Santos Souza, docente, Escola de Enfermagem, Universidade Federal da Bahia, Salvador, Bahia, Brasil.

Maria Helena Palucci Marziale, docente, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Universidade São Paulo, Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil.

Gilberto Tadeu Reis da Silva, docente, Escola de Enfermagem, Universidade Federal da Bahia, Salvador, Bahia, Brasil.

Em um estudo inédito e disponível no periódico Acta Paulista de Enfermagem, intitulado “Tradução e validação para a língua portuguesa e avaliação do guia COREQ”, pesquisadores da Escola de Enfermagem da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (USP), com apoio do CNPQ, da Fundação de Amparo à Pesquisa da Bahia e da UFBA, traduziram e validaram o Consolidated Criteria for Reporting Qualitative Research (COREQ), bem como comprovaram o impacto positivo de sua aplicação para a elaboração de textos de estudos de abordagem qualitativa submetidos e publicados em revistas científicas. Essa pesquisa vincula-se ao projeto de pesquisa “Atendimento às recomendações estabelecidas pelos instrumentos (COREQ, STROBE e PRISMA) nos artigos publicados entre 2015 – 2017”.

O COREQ foi elaborado a partir de amplo processo de revisão, apresenta indicadores imprescindíveis para o planejamento, execução e elaboração de relatórios de pesquisas qualitativas (Tong, Sainsbury, Craig, 2007). Essa modalidade possibilita o aprofundamento da visão da realidade e da essência dos fenômenos, para tanto precisa estar consubstanciada num método cuidadosamente desenhado e executado e num arcabouço teórico estruturado (Egry, 2020).

A Enfermagem utiliza amplamente os métodos qualitativos como estratégias para investigações dos fenômenos sobre os quais a área se debruça, assim a adoção de guias instrutivos contribui para aprimoramento da divulgação do conhecimento científico produzido.

Imagem: Jacob Lund.

O COREQ é um instrumento disponibilizado pela REDEQUATOR e composto por 32 itens alocados em três domínios: 1) Equipe de pesquisa e reflexividade; 2) Conceito do estudo e 3) Análise e resultados. Esse guia está disponível no sítio da REDEQUATOR em inglês e não possui versões em outros idiomas. O processo de tradução do COREQ para a língua portuguesa falada no Brasil foi realizado por nós, com autorização de Allison Tong e seguiu os procedimentos metodológicos recomendados pela comunidade científica (Beaton, et al. 2007).

As políticas editoriais habitualmente incluem a recomendação de uso dos guias de melhoria da qualidade de textos para elaboração dos artigos a serem submetidos a revisão por pares.

Nesse sentido, realizamos um estudo avaliando o impacto a partir da análise do uso do COREQ em um período anterior e posterior à sua recomendação pelo periódico da área de Enfermagem. Isso possibilitou o aumento da identificação dos itens recomendados nos artigos publicados, comprovando a eficiência desse recurso para a qualificação dos relatos de pesquisas.

A tradução do COREQ do inglês para o português contou com a participação de um comitê de especialistas, pesquisadores experientes, que após rodadas de tradução e retrotradução, chegaram a elevado grau de concordância de conteúdo e semântica. A verificação do atendimento dos 32 itens do guia identificou que antes a mediana global era 56,3% itens presentes e aumentou para 62,5% após a adoção do guia, com significância estatística.

O uso COREQ apoia os pesquisadores na elaboração dos relatórios de pesquisas qualitativas, com destaque a itens relacionados a equipe de pesquisa, métodos de estudo, contexto do estudo, resultados, análises e interpretações.

A versão em português resultante desse estudo será disponibilizada no sítio da REDEQUATOR junto ao artigo original do guia.

Referências

BOMBARDIER, B. D. C. et al. Recommendations for the Cross-Cultural Adaptation of the DASH & QuickDASH Outcome Measures. Institute for Work & Health [online]. 2007 [viewed 08 April 2021]. Available from: https://www.researchgate.net/publication/265000941_Recommendations_for_the_Cross-Cultural_Adaptation_of_the_DASH_QuickDASH_Outcome_Measures_Contributors_to_this_Document

EGY, E. Y. O lugar do qualitativo na pesquisa em Enfermagem. Acta paul. enferm. [online]. 2020, vol.33, e-EDT20200002 [viewed 08 April 2021]. https://doi.org/10.37689/acta-ape/2020edt0002. Available from: http://ref.scielo.org/hfgyb8

TONG, A. et al. Consolidated criteria for reporting qualitative research (COREQ): a 32- item checklist for interviews and focus group. Int J Qual Heal Care [online]. 2007, vol. 19, no. 06, pp.349–57 [viewed 08 April 2021]. https://doi.org/10.1093/intqhc/mzm042. Available from: https://academic.oup.com/intqhc/article/19/6/349/1791966

Para ler o artigo, acesse

SOUZA, V. R. S. et al. Translation and validation into Brazilian Portuguese and assessment of the COREQ checklist. Acta paul. enferm. [online]. 2021, vol.34, eAPE02631 [viewed 08 April 2021]. https://doi.org/10.37689/acta-ape/2021ao02631. Available from: http://ref.scielo.org/m4dzmr

Links Externos

Acta Paulista de Enfermagem – APE: https://www.scielo.br/ape

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

O guia para escrita de relatórios de pesquisa qualitativa – COREQ agora está disponibilizado em português [online]. SciELO em Perspectiva | Press Releases, 2021 [viewed ]. Available from: https://pressreleases.scielo.org/blog/2021/04/09/o-guia-para-escrita-de-relatorios-de-pesquisa-qualitativa-coreq-agora-esta-disponibilizado-em-portugues/

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Post Navigation