Aumento da prevalência de fatores de risco para doenças cardiovasculares na população adulta de São Paulo

Deborah Rezende, Dehlicom – Soluções em Comunicação Empresarial, Assessoria da Sociedade Brasileira de Cardiologia, São Paulo, SP, Brasil.

As doenças cardiovasculares (DCV) são a principal causa de morbimortalidade no mundo, inclusive no Brasil, onde aproximadamente 395.700 mortes (30% do total de óbitos) registradas em 2018 foram por essas enfermidades. Considerando o impacto negativo na saúde do indivíduo, nos sistemas de saúde e na economia, o monitoramento dos fatores de risco de DCV torna-se imperativo tanto para a prevenção quanto para o controle dessas doenças.

O artigo Overview of Cardiovascular Disease Risk Factors in Adults in São Paulo, Brazil: Prevalence and Associated Factors in 2008 and 2015 traz que, nas últimas décadas, São Paulo, a maior cidade do país com mais de 12 milhões de habitantes e alto grau de mistura genética, vem apresentando mudanças substanciais no estilo de vida de seus habitantes e no perfil sociodemográfico, muitas delas associadas ao aumento dos fatores de risco cardiovascular. Este estudo avaliou os fatores de risco intermediários para DCV, por meio da análise de dados de base populacional da capital paulista, a partir de 20 anos, que possam subsidiar a prevenção primária e secundária por meio do planejamento de políticas de saúde baseado em evidências.

A pesquisa trouxe que durante o período entre 2008 e 2015 houve um aumento importante na prevalência de diabetes mellitus, hipertensão arterial, dislipidemia, bem como indivíduos com três ou mais fatores de risco para DCV simultaneamente. As características populacionais associadas a esses fatores incluíram adiposidade (sobrepeso e obesidade), sexo, faixa etária, cor da pele, tabagismo, nível de atividade física, renda e escolaridade.

O estudo avaliou dados de duas coortes do Inquérito de Saúde de São Paulo, um com foco em nutrição (ISA-Nutrition) e uma outra subamostra (ISA-Capital), realizado em 2008 e 2015. O ISA-Capital é um inquérito de base populacional com o objetivo de avaliar a situação de saúde da população e a utilização de serviços de saúde, utilizando uma amostra probabilística de indivíduos com 12 anos ou mais de idade residentes em domicílios da zona urbana da cidade de São Paulo. Dados sociodemográficos e informações sobre morbidade, uso de serviços de saúde e estilo de vida foram obtidos por meio de questionário estruturado aplicado por entrevistadores nos domicílios, a 3.271 indivíduos em 2008 e 4.024 em 2015. As amostras de ambas as pesquisas foram independentes uma da outra.

Gráficos: diabetes, high blood pressure, dyslipidemia, cardiovascular risk factors

Imagem: autores.

Figura 1. Figure 1 – Adjusted prevalence of risk factors for cardiovascular disease with increasing trends (p <0.05) from 2008 to 2015 in São Paulo city, using multiple logistic models (Table 2) and considering sample complex design. ISA-Nutrition 2008 and 2015; vertical bars indicate the 95% confidence limits.

Já o ISA-Nutrition teve como objetivo avaliar os fatores de risco para DCV relacionados ao estilo de vida na população paulistana. Dados antropométricos, medidas de pressão arterial e amostras de sangue foram obtidos por enfermeiros durante uma segunda visita ao domicílio do participante. A ingestão alimentar foi avaliada por dois recordatórios de 24 horas. As edições de 2008 e 2015 foram compostas por 750 indivíduos e 901 pessoas, respectivamente.

O documento ainda explica que as variáveis categóricas foram descritas como frequências e intervalos de confiança de 95%, ponderados de acordo com o desenho amostral das pesquisas, que foram conduzidas de acordo com as diretrizes estabelecidas na Declaração de Helsinque. os levantamentos foram aprovados pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo. Todos os participantes forneceram consentimento informado por escrito antes da coleta de dados em cada etapa do estudo.

O artigo de autoria principal de Jaqueline L. Pereira conclui que a prevalência de fatores de risco intermediários para doenças cardiovasculares em uma amostra populacional de São Paulo variou de acordo com características não modificáveis (idade, sexo, cor da pele) e modificáveis (atividade física, tabagismo, renda, escolaridade). De 2008 a 2015, houve um aumento importante na prevalência de diabetes, hipertensão arterial, dislipidemia e indivíduos com três ou mais fatores de risco para DCV, enquanto os parâmetros de adiposidade (por exemplo, obesidade) não tiveram aumento significativo, apesar de sua alta prevalência.

O estudo, publicado no Internacional Journal of Cardiovascular Sciences (IJCS), em dezembro de 2021, ainda ressalta que os resultados da pesquisa podem subsidiar a seleção de grupos-alvo e ações prioritárias de prevenção e tratamento dessas enfermidades, considerando o cenário de saúde atual de alta prevalência de DCV, associada ao envelhecimento populacional, que expõe relações epidemiológicas e mecanicistas com fatores de risco cardiometabólicos (adiposidade anormal, disglicemia, dislipidemia e hipertensão arterial).

Para ler o artigo, acesse

PEREIRA, J.L., et al. Overview of Cardiovascular Disease Risk Factors in Adults in São Paulo, Brazil: Prevalence and Associated Factors in 2008 and 2015. International Journal of Cardiovascular Sciences [online]. 2022, vol. 35, no. 2, pp. 230-242 [viewed 23 May 2022]. https://doi.org/10.36660/ijcs.20210076. Available from: https://www.scielo.br/j/ijcs/a/fJ3RtXF7f9Y6qWmvyqtWwnC/

Link(s)

Overview of Cardiovascular Disease Risk Factors in Adults in São Paulo, Brazil: Prevalence and Associated Factors in 2008 and 2015: https://ijcscardiol.org/article/overview-of-cardiovascular-disease-risk-factors-in-adults-in-sao-paulo-brazil-prevalence-and-associated-factors-in-2008-and-2015/

International Journal of Cardiovascular Sciences – IJCS: https://www.scielo.br/j/ijcs/

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

REZENDE, D. Aumento da prevalência de fatores de risco para doenças cardiovasculares na população adulta de São Paulo [online]. SciELO em Perspectiva | Press Releases, 2022 [viewed ]. Available from: https://pressreleases.scielo.org/blog/2022/05/24/aumento-da-prevalencia-de-fatores-de-risco-para-doencas-cardiovasculares-na-populacao-adulta-de-sao-paulo/

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Post Navigation