Author: Tiago Seminatti

Novos estudos acerca da recepção da obra de Machado de Assis

Periódico publica dois novos estudos que tratam da recepção da obra de Machado de Assis. Em um deles, pesquisadores abordam textos críticos publicados acerca de Papéis Avulsos; já no outro, pesquisadora esmiúça a recepção do teatro machadiano em articulação com o processo de consagração literária do autor. Read More →

Nos bastidores da absolvição de Capitu: correspondências inéditas de Helen Caldwell

Estudo apresenta cartas inéditas em que Helen Caldwell formulou as principais ideias defendidas em The Brazilian Othello of Machado de Assis (1960), livro pioneiro que coloca em questão a veracidade do discurso do narrador em Dom Casmurro, de Machado de Assis. Read More →

Os leitores dos leitores: a tradução como exercício de conhecimento da prosa de Machado de Assis

Memórias póstumas de Brás Cubas ganha novo estudo que considera a abertura de sentido da prosa machadiana a partir de três traduções do romance para o inglês. Assim, parte-se de divergências entre as traduções para uma leitura das “leituras” da obra que, por sua vez, oferece possibilidade de maior compreensão do texto em sua língua de origem. Read More →

A diferença como estigma: um estudo sobre a personagem Eugênia, de Memórias póstumas de Brás Cubas

A partir dos chamados Estudos da Deficiência, Kathryn Sanchez propõe uma leitura em torno do capítulo “Coxa de nascença”, que integra as Memórias póstumas de Brás Cubas, para compreender como Machado de Assis lida com o embate entre os padrões de normalidade e anormalidade na esfera física. Assim, a pesquisadora mostra o escritor com teorias evolucionistas contemporâneas a ele, indicando como o episódio representa o aspecto elitista e segregador da sociedade brasileira. Read More →

MAEL traz dossiê sobre Machado de Assis e a tradução

Periódico reúne estudos sobre Machado de Assis e a tradução. Os artigos exploram o assunto de várias maneiras: a relação de Machado com seus editores; a primeira tradução feita pelo escritor; o cotejo entre traduções de Memórias póstumas para o inglês; as adaptações do único volume de crônicas de Machado de Assis traduzido para o castelhano; e um panorama da situação atual da obra do escritor na China. Read More →

Poéticas da voz e do silêncio: estudo aproxima Luiz Gama e Machado de Assis

Estudo contrasta as obras poéticas de Luiz Gama e Machado de Assis, evidenciando como, tendo vivido no mesmo tempo e meio, cada um adotou posturas muito distintas em relação aos seus escritos. Assim, o poeta, compositor e pesquisador Pedro Marques mostra como os dois escritores adotam diferentes estratégias literárias para tratar de questões fundamentais de seu tempo: uma voltada para a oratória e outra para a leitura individual e silenciosa. Read More →

Natureza contrapontística e ambiguidade em Machado de Assis: o caso de uma variante textual

Christopher T. Lewis, da Universidade de Utah, examina uma variante textual presente em edições de “Pai contra mãe”, narrativa de Machado de Assis que trata da escravidão e das contradições humanas. A partir dela, o pesquisador discute aspectos da dimensão contrapontística do conto e da importância de engajamento do leitor diante da ambiguidade do texto literário machadiano. Read More →

Da juventude de Machado de Assis: um mistério e um amigo desconhecido

Mael apresenta dois artigos que tratam de questões envolvendo a juventude de Machado de Assis. Num deles, investiga-se um mistério envolvendo a relação entre Machado de Assis e o Correio Mercantil. No outro, analisa-se a influência decisiva do emigrado poeta português Gonçalves Braga na formação poética de Machado de Assis. Read More →

Machado de Assis em Linha completa 10 anos com dossiê “Machado de Assis e a História”

As relações entre Machado de Assis e a História são centrais em seis artigos que integram o número 23 da MAEL. Nesses estudos, pesquisadores tratam da crônica, teatro, tradução e conto machadianos, produzidos na segunda metade do século XX, visando a compreender, em obras artisticamente autônomas, como se articulam questões estéticas, sociais e políticas. Read More →

Os versos predominantes na poesia de Machado de Assis

Pesquisa apresenta estudo sistemático dos versos empregados por Machado de Assis em seus quatro livros de poesias. Os versos de Crisálidas, Falenas, Americanas e Ocidentais, obra que saiu inédita na compilação das Poesias Completas, são objeto de um estudo comparativo que, por meio de números e gráficos, evidencia os versos predominantes em cada obra, mostrando quais foram conservados e quais excluídos das Poesias Completas. Read More →