Category: Vh

Do humanitarianism à alteridade bárbara: os conflitos entre maoris e britânicos na Nova Zelândia

Estudo aborda tema pouco explorado no Brasil: a construção da dominação do Império Britânico sobre a Nova Zelândia, demonstrando as transformações nas relações entre nativos e colonizadores, e na própria perspectiva do Império Britânico sobre as ilhas neozelandesas, consideradas colônias periféricas antes da eclosão dos conflitos entre maoris e britânicos. Read More →

Patos e Pauladas. A cultura popular no Círio de Nazaré no Pará

Matar patos durante uma festa religiosa parece algo muito impossível hoje, mas foi uma prática recorrente nas festas do Círio de Nazaré até o início do século XX. Confira no post como é possível descobrir um pouco mais sobre a prática do paticídio no norte do Brasil. Read More →

Por que o serviço doméstico não foi reconhecido na CLT durante o Estado Novo?

Estudo analisa o processo político que resultou na exclusão dos trabalhadores domésticos do alcance da proteção da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), durante o período do Estado Novo. Os apoiadores de Getúlio Vargas, majoritariamente, não enquadravam essa classe na concepção de trabalho. Read More →

Violência e resistência na luta pela terra em Minas Gerais

Trabalho analisa as mediações políticas que sustentaram a resistência dos posseiros na comunidade de Cachoeirinha no norte de Minas Gerais, frente às forças conservadoras e militares nas décadas de 1960 a 1980. O estudo inédito tem como enfoque a estratégia de luta mobilizadas pelos camponeses da região em um momento político de forte repressão. Read More →

Os livros como ferramentas para uma Boa Vizinhança: exportação e comércio editorial durante a Segunda Guerra

Como era o comércio editorial durante a Segunda Guerra Mundial? Estudo analisa os primeiros passos de uma política de aproximação intelectual entre Brasil e Estados Unidos durante a década de 1940, evidenciando como projetos editoriais e questões políticas podem estar profundamente articulados. Read More →

Os ecos do regime autoritário português no seio da ditadura militar brasileira (1968-1974)

Varia Historia apresenta estudo que trata da presença de Marcello Caetano, último ditador do Estado Novo português (1933-1974), nas páginas do Jornal do Brasil e reflete sobre as repercussões de um regime autoritário em nossa ditadura militar. A análise compreende o período entre setembro de 1968, data que marca o início do governo de Caetano, e abril de 1974, marco da queda do regime que ficou conhecido como Estado Novo português. Read More →

Pena, tinta e coração em dossiê de Varia Historia

Varia Historia em seu número 68, apresenta o dossiê “Cultura Escrita no Mundo Moderno” que aborda a produção escrita entre os séculos XV e XVIII, discutindo aspectos da cultura material, da criação, circulação, usos e apropriações de diversas produções escritas diferentes ao longo da Idade Moderna. Read More →

O complexo mapa do comércio sexual na Argentina de início do século XX

Estudo analisa o circuito do comércio sexual na Argentina de início do século XX a partir da figura dos rufiães, ou proxenetas, esse personagem complexo e central, responsável pelo aliciamento de mulheres. A pesquisa ressalta como os proxenetas compunham uma intricada rede social, de caráter transnacional, e que envolvia valores como confiança e solidariedade. Read More →

Popular Royalism: o engajamento do povo em defesa da monarquia

Varia Historia apresenta o dossiê “Monarquia, Império e Política Popular na Era das Revoluções Atlânticas”, que reúne pesquisadores de instituições do Brasil e estrangeiras. O dossiê discute o fenômeno do engajamento do povo em defesa da monarquia em diferentes contextos e perspectivas. Read More →

Louis Figuier e a divulgação das ciências: deslocamentos entre o “científico” e o “popular”

A presença dos textos do vulgarizador das ciências Louis Figuier na imprensa brasileira durante as décadas de 1850 a 1870 é tema de estudo da historiadora Kaori Kodama. A autora, ao analisar as menções feitas a Figuier, mostra como a vulgarização científica, novo gênero que buscava popularizar a ciência, permitiu a legitimação da atividade científica perante públicos diversos, bem como promoveu deslocamentos, aproximações e distanciamentos entre o “científico” e o “popular”. Read More →