Estudo avalia tolerância de genótipos de soja à ferrugem asiática

Por Fernanda Aparecida Castro Pereira, Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, Universidade de São Paulo, Piracicaba, SP, Brasil

Com o objetivo de avaliar a tolerância à ferrugem asiática e de estimar as perdas causadas pela infestação natural a campo, os pesquisadores conduziram experimentos com a geração F4 (2014/15) em blocos ao acaso com quatro repetições. Foram conduzidos experimentos envolvendo dois tipos de genótipos (cruzamentos e genitores) e dois tipos de manejos de doenças com fungicidas. Para conduzir o experimento, os pesquisadores basearam-se em pesquisas anteriores sobre ferrugem asiática da soja, como o de Araújo e Vello (2010) e Hartman, et al. (2005). Na análise dos dados, foi aplicado um teste t para duas amostras dependentes, a fim de verificar a significância da estimativa do efeito ferrugem. O efeito ferrugem compreende as perdas causadas em termos de produtividade e tamanho de grãos.

Os cruzamentos mais importantes foram 104 (USP 14-01-20 x EMGOPA 313) e 149 (USP 93-05.552 x EMGOPA 313), considerando a produtividade e a tolerância. As evidências apontam para a tolerância à ferrugem asiática nos cruzamentos e nos genitores avaliados. Segundo a pesquisadora Fernanda Pereira, esses mesmos genótipos podem ser utilizados como genitores em pesquisas futuras envolvendo seleção para maior tolerância à ferrugem asiática considerando que a tolerância à ferrugem costuma ser mais duradoura do que a resistência à ferrugem.

A ferrugem asiática da soja é uma das doenças que mais tem preocupado os produtores e pesquisadores da área. Causada por um fungo biotrófico, o seu manejo se dá por meio de um conjunto de práticas que garanta a convivência entre a planta e o patógeno, e que evite danos significativos à lavoura. Essa pesquisa avança ao detectar respostas favoráveis dos genótipos para maior tolerância à ferrugem em diversos manejos da ferrugem com fungicidas. Para Fernanda Pereira, a novidade em relação a outras pesquisas é a precisão da estimativa conseguida por meio de um teste estatístico.

Para saber mais leia o artigo “Estimativa do efeito ferrugem em cruzamentos de soja para tolerância à ferrugem asiática”, publicado na Ciência Rural (vol. 48, no. 3).

Referências

ARAUJO, M.M. and VELLO, N. A. Caracterização de linhagens de soja quanto à reação à ferrugem asiática. Crop Breed. Appl. Biotechnol. [online]. 2010, vol. 10, no. 3, pp. 197-203, ISSN 1984-7033 [viewed 26 June 2018]. DOI: 10.1590/S1984-70332010000300003. Available from: http://ref.scielo.org/9xf6vh

HARTMAN, G.L., et al. Breeding for resistance to soybean rust. Plant Disease [online]. 2005, vol. 89, no. 6, pp. 664-666, e-ISSN: 1943-7692 [viewed 26 June 2018]. DOI: 10.1094/PD-89-0664. Avaliable from: https://apsjournals.apsnet.org/doi/10.1094/PD-89-0664

Para ler o artigo, acesse

PEREIRA, F.A.C., et al. Estimativa do efeito ferrugem em cruzamentos de soja para tolerância à ferrugem asiática. Cienc. Rural [online]. 2018, vol. 48, no. 3, e20170496, ISSN: 1678-4596 [viewed 26 June 2018]. DOI: 10.1590/0103-8478cr20170496. Avaliable from: http://ref.scielo.org/ksfbcy

Link externo

Ciência Rural – CR: <http://www.scielo.br/cr>

 

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

PEREIRA, F.A.C. Estudo avalia tolerância de genótipos de soja à ferrugem asiática [online]. SciELO em Perspectiva | Press Releases, 2018 [viewed ]. Available from: https://pressreleases.scielo.org/blog/2018/06/26/estudo-avalia-tolerancia-de-genotipos-de-soja-a-ferrugem-asiatica/

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post Navigation