Author: Brazilian Journal Of Food Technology

Estudo revela bebida probiótica à base de arroz para intolerantes à lactose e alérgicos à proteína do leite bovino e de soja

O extrato de arroz foi identificado na pesquisa como uma base adequada para o desenvolvimento da cultura probiótica em bebidas fermentadas. Além do baixo valor calórico, por conterem ingredientes não lácteos, as bebidas podem ser consumidas por pessoas intolerantes à lactose e alérgicas ao leite de bovino e à soja. Read More →

Estudo encontra fragmentos de insetos em marcas de molho de tomate

Estudo do Instituto Adolfo Lutz mostra que aproximadamente 48% das amostras dos molhos industrializados de tomate comercializados estavam em desacordo com a Legislação brasileira, sendo um indicativo preocupante de qualidade da matéria-prima e do controle durante as etapas de industrialização do produto. Read More →

Bidestilação em aguardente de cana reduz carbamato de etila, composto potencialmente carcinogênico

Estudo mostra que a dupla destilação, processo ainda pouco praticado pelo setor, resulta em uma aguardente de qualidade química superior. O processo elimina contaminantes e compostos não alcóolicos prejudiciais à saúde e à qualidade do produto. Read More →

Na busca de soluções sustentáveis, cientistas desenvolvem bioplástico com resíduo agroindustrial

Utilizando uma farinha a partir de diferentes tipos de broto (feijão, alfafa, amaranto, brócolis, rabanete e, predominantemente, trevo), pesquisadores identificaram alternativas para reduzir o impacto ambiental do lixo plástico nos oceanos e, consequentemente, na cadeia alimentar, ao desenvolver um material biodegradável para ser utilizado como embalagem. Read More →

Adulteração de suplementos alimentares coloca em risco a saúde de consumidores

O Whey Protein é um suplemento alimentar rico em proteínas, com potenciais benefícios à saúde, tais como hipertrofia muscular e perda de peso. A cromatografia líquida acoplada à espectrometria de massa de alta resolução demonstrou ser uma técnica adequada para detecção de adulterantes, uma prática que pode colocar em risco a saúde do consumidor. Read More →

A bacaba em pó como complemento alimentar para atletas e pessoas com necessidades de dietas calóricas

O alto conteúdo energético do pó de bacaba obtido por secagem em leito jorrado permite seu consumo como suplemento dietético para atletas e para pessoas que necessitam de uma dieta diária de alto teor calórico. Essas características sugerem, ainda, outras aplicações, tais como desenvolvimento de bebidas energéticas, laticínios, produtos instantâneos e produtos de panificação. Read More →

Como as indústrias de alimentos e farmacêuticas poderiam se beneficiar com os resíduos do abacate?

Estudo investigou propriedades antioxidantes e antibacterianas de extratos de cascas, polpas e sementes das variedades de abacate Quintal, Fortuna, Hass e Margarida, potenciais fontes de compostos bioativos e antimicrobianos para as indústrias alimentícia, cosmética e farmacêutica. Read More →

É possível tornar o morango mais seguro para o consumo?

O morango tem curta vida pós-colheita, e seu consumo apresenta riscos à saúde devido à contaminação microbiana. O estudo em questão apontou o ozônio como eficiente no controle de bolores, leveduras, mesófilos e aeróbios durante o armazenamento, sem afetar negativamente a qualidade físico-química dos morangos. Read More →

Quais são os prejuízos causados pela produção da praga Lasioderma serricorne em sojas armazenadas?

O inseto Lasioderma serricorne é uma praga conhecida por infestar e se adaptar a uma grande variedade de alimentos secos, massas, biscoitos, chocolates, farinhas, desde sua produção e armazenamento na indústria, nos supermercados, até a residência do consumidor. Estudo buscou determinar o potencial de adaptação do inseto em produtos à base de soja, estudando o seu desenvolvimento em diferentes dietas contendo soja e avaliando o número e a intensidade de adultos emergidos, e a duração do período de ovo até adulto. Read More →

O potencial de processamento de uva-passa no semiárido brasileiro

No semiárido, a viticultura vem se destacando de maneira expressiva, devido à sua capacidade de possibilitar que as plantas produzam significativamente durante todo o ano. Estudar as cultivares de uvas produzidas nessa região para a produção de uvas-passas faz-se necessário, para verificar a possibilidade de se obter um produto de boa aceitação no mercado. Neste sentido, objetivou-se avaliar as características físicas, químicas e sensoriais de uvas “Vitória”, “Niágara Branca” e “Benitaka” desidratadas, produzidas no semiárido. Read More →