Author: Educação & Sociedade

A falta de solidariedade e o desamparo humano na lógica perversa neoliberal

Moisés de Michelangelo. Estátua de mármore de um homem sentado com barba longa e olhar sério, uma tábua em um dos braços. Atrás uma parede com muitos detalhes em alto relevo.

Sustenta-se, a partir da filosofia da educação e da psicanálise, a hipótese de que a racionalidade neoliberal necessita do apagamento do outro para tocar seu projeto perverso e instalar um sistema de relações baseado na indiferença. Como contraponto, recorre-se à ética em Freud, amparada na inclusão do semelhante, experiência central na formação humana. Read More →

Onde tem violência urbana também tem violência escolar?

Diferentes classes sociais não vivenciam as mesmas experiências de violência nos espaços urbanos – sendo as mais abastadas as que menos sentem seus efeitos. Discussões sobre violência escolar nos cursos de licenciatura e ações do poder público podem contribuir para melhorar as condições sociais de estudantes em situação de vulnerabilidade. Read More →

O que pode ensinar um muro de escola com pichações racistas e homofóbicas?

O que leva uma pessoa a se sentir no direito de colocar em um muro de uma escola pública um pensamento que distingue e separa sujeitos? Estudo discute a partir de pichações com posicionamentos racistas e homofóbicos, os jogos de poder e saber que definem e separam as vidas que são merecedoras de serem vividas daquelas que não serão tomadas como vidas. Read More →

O legado de Paulo Freire para a educação brasileira e sua passagem pela Unicamp e CEDES

A presença de Freire no debate educacional ao longo dos últimos anos, além de auxiliar nossa interpretação quanto aos contextos social e político em que vivemos hoje, nos permite “esperançar”: ter esperança e agir por e para um mundo melhor. Contextualizados no centenário de Paulo Freire e parte de uma sessão comemorativa que homenageia merecidamente o patrono da educação brasileira, destacam-se dois artigos que permitem entender a chegada do autor ao Brasil após o exílio, sua importante e conturbada passagem pela Unicamp, e seu legado registrado em produções de diferentes pesquisadores. Read More →

Como será o trabalho dos professores pós pandemia da COVID-19?

Estudo chama a atenção para a necessidade de mudanças profundas na educação e no trabalho pedagógico. Depois da pandemia de COVID-19, os professores vão ser mais importantes do que nunca, mas a profissão docente enfrentará desafios inéditos na sua história. Read More →

Como o currículo de uma escola pública brasileira influencia na formação de seus alunos?

Como a discursividade religiosa está imbricada na pedagogia de uma escola pública? Pesquisa apresentou práticas escolares que organizam o modo como o corpo escolar deve ser, sentir, pensar e agir a partir de regras pedagógico-religiosas que balizam e exercitam uma determinada maneira dos alunos entenderem as informações do mundo. Read More →

Como o feminismo negro contribui com as pesquisas a respeito das culturas infantis?

Estudo apresenta como o pensamento do feminismo negro pode contribuir para a análise das culturas infantis, destacando os aspectos correlacionados a interseccionalidade entre as relações raciais, de gênero, classe e de idade. Além disso, tem como proposta promover o debate relacionado ao epistemicídio presente no meio acadêmico. Read More →

A herança das paixões políticas em famílias de ex-militantes sindicais

Pesquisa trata das afetividades políticas em famílias de ex-militantes sindicais do ABC Paulista e os reflexos nas formas de engajamentos políticos dos(as) filhos(as). Por meio de entrevistas biográficas estudo mostra como se desvela a constituição de comportamentos/sentimentos políticos no âmbito da socialização privada. Read More →

Como superar as desigualdades em educação no Brasil: igualdade ou equidade?

O que seria melhor para superar as desigualdades educacionais? Um tratamento igualitário para todos ou diferenciado para quem precisa? Estudo argumenta que para o Brasil alcançar melhores resultados educacionais e maior justiça social é preciso que os gestores públicos de educação adotem um olhar diferenciado para o alunado residente de áreas de maior vulnerabilidade social. Read More →

Quais são as principais tendências na privatização da educação em países africanos?

Estudo apresenta as principais tendências no âmbito da privatização da educação em 24 países africanos considerados frágeis pela Parceria Global para a Educação (PGE), comparando as diferenças e os pontos em comum. A PGE é um ator relevante no cenário das políticas educacionais globais e que influencia diretamente políticas educativas nacionais. Read More →