Eficácia do fluoreto de sódio como método de desinfecção dentes humanos extraídos

Por Monize Ferreira Figueiredo de Carvalho, Doutoranda em Clínica Odontológica da Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG, Brasil

Cientistas das Universidades do Vale do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM) em parceria com cientistas da Universidade de São Paulo (USP) pesquisaram sobre a relação do uso do fluoreto de sódio e a ação do mesmo sobre dentes extraídos, segundo o artigo “Eficácia do fluoreto de sódio como método de desinfecção dentes humanos extraídos” publicado na Revista Gaúcha de Odontologia (RGO), volume 64, número 4, e descobriram que a solução de fluoreto de sódio a 2% pode ser considerada um novo método desinfetante de dentes humanos extraídos devido a capacidade de destruir e reduzir a quantidade do microrganismo E. faecalis ATCC 29212.

A aprovação do desenvolvimento da pesquisa foi realizada pelo Comitê de Ética de Seres Humanos da UFVJM. Os espécimes (n=56) foram divididos aleatoriamente em 1 grupo controle (n=14) e 3 grupos experimentais, autoclave (n=14), solução de fluoreto de sódio a 2% por 7 dias (n=14) e solução de fluoreto de sódio a 2% por 14 dias (n=14), respectivamente. Após a realização dos tratamentos, os espécimes de cada grupo foram transferidos para frascos contendo Alternative Thiglycollate Medium (NHI; Himedia). Evidência de turvação das amostras foram observadas por até 14 dias de incubação e análise da absorbância da solução foi realizada no espectrofotômetro (108 UFC/mL). O controle da infecção cruzada é um dos aspectos críticos na odontologia. Dentes humanos extraídos são utilizados com frequência por instituições de pesquisa e ensino, para o desenvolvimento científico e de atividades didáticas, respectivamente. Dessa forma, há situações em que não existe um substituto aceitável para os dentes extraídos quando se quer examinar, preparar ou pesquisar. O fluoreto de sódio é utilizado por décadas na prática odontológica como um efetivo agente anticariogêncio. Este sal inorgânico, apresenta ainda a vantagem de ser antienzimático e microbicida. Os íons fluoreto são transportados por difusão simples para o interior das células e acabam acarretando efeitos deletérios sobre os microrganismos e as células.

tabela_1

Para ler o artigo, acesse:

CARVALHO, M.F.F., et al. Avaliação de fluoreto de sódio 2% como um novo método de desinfecção dentes humanos extraídos. RGO, Rev. Gaúch. Odontol. [online]. 2016, vol. 64, no. 4, pp. 429-433, ISSN: 1981-8637 [viewed 23 January 2017]. DOI: 10.1590/1981-8637201600030000103074. Available from: http://ref.scielo.org/gpxkwy

Link externo

RGO – Revista Gaúcha de Odontologia: <http://www.scielo.br/rgo>

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

CARVALHO, M.F.F. Eficácia do fluoreto de sódio como método de desinfecção dentes humanos extraídos [online]. SciELO em Perspectiva | Press Releases, 2017 [viewed ]. Available from: https://pressreleases.scielo.org/blog/2017/02/09/eficacia-do-fluoreto-de-sodio-como-metodo-de-desinfeccao-dentes-humanos-extraidos/

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post Navigation