Más condições de transporte podem causar doenças respiratórias em caprinos

Por Andréia Vielmo e Fernando Froner Argenta, Doutorandos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, Brasil

O estresse de transporte pode favorecer o desenvolvimento de pleuropneumonia bacteriana em caprinos. Pesquisadores da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) chegaram a essa conclusão após encontrarem a presença da bactéria Mannheimia haemolyitica em animais transportados da região Nordeste para a região Sul do Brasil. O estudo foi publicado no periódico Ciência Rural (vol. 49, no. 1), sob o título “Pleuropneumonia por Mannheimia haemolytica em caprinos associada ao estresse de transporte”.

Os autores da pesquisa descrevem aspectos epidemiológicos, clínicos, patológicos e bacteriológicos de Mannheimia haemolyitica feitos a partir de amostras de 40 caprinos que morreram durante o transporte da região Nordeste para a região Sul do Brasil ou dois a três dias após o desembarque. Análises histopatológicas de 26 amostras permitiram a eles isolar cepas não hemolíticas da bactéria Mannheimia haemolytica. Elas podem causar doenças em animais com imunodepressão acentuada.

Foto: Setor de Patologia Veterinária – UFRGS

Figura 1. Secreção nasal mucopurulenta em caprinos infectados pela bactéria Mannheimia haemolyitica.

Segundo os pesquisadores, o estudo pode auxiliar médicos veterinários clínicos e patologistas no diagnóstico de doenças que afetam o sistema respiratório de caprinos. Em um sentido prático, esse conhecimento pode servir de base para a melhoria das condições de transporte destes animais e, assim, acarretar em uma diminuição da mortalidade. Pesquisas do gênero, que descrevem aspectos patológicos de doenças respiratórias em ovinos, caprinos, bovinos e aves, foram desenvolvidas também por outros grupos de pesquisa. Esse estudo se baseou nestes referenciais experimentais, utilizando como referência os estudos de Mahu, et al. (2015) sobre pleuropneumonia em bezerros e também em estudos como o de Markey, et al. (2013) e Rahal, et al. (2014), que tratam sobre aspectos mais gerais de microbiologia e influências ambientais de doenças respiratórias em ruminantes.

Referências

MAHU, M., et al. Non-haemolytic Mannheimia haemolytica as a cause of pleuropneumonia and septicemia in a calf. Veterinary Microbiology [online]. 2015, vol. 180, pp. 157-160, ISSN: 0378-1135 [viewed 25 March 2019]. DOI: 10.1016/j.vetmic.2015.08.019. Available from: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/26344042.

MAHU, M., et al. Non-haemolytic Mannheimia haemolytica as a cause of pleuropneumonia and septicemia in a calf. Veterinary Microbiology [online]. 2015, vol. 180, pp. 157-160, ISSN: 0378-1135 [viewed 25 March 2019]. DOI: 10.1016/j.vetmic.2015.08.019. Available from: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/26344042.

MARKEY, B., et al. Clinical veterinary microbiology. St. Louis: Mosby Ltd, 2013. RAHAL, A., et al. Environmental attributes to respiratory diseases of small ruminants. Veterinary Medicine International [online]. 2014, 853627, e-ISSN: 2042-0048 [viewed 25 March 2019]. DOI: 10.1155/2014/853627. Available from: https://www.hindawi.com/journals/vmi/2014/853627

Para ler o artigo, acesse

TAUNDE, P.A., et al. Pleuropneumonia por Mannheimia haemolytica em caprinos associada ao estresse de transporte. Cienc. Rural [online]. 2019, vol. 49, no. 1, e20180621, ISSN: 0103-8478 [viewed 25 March 2019]. DOI: 10.1590/0103-8478cr20180621. Available from: http://ref.scielo.org/5cgfv9

Link externo

Ciência Rural – CR: <http://www.scielo.br/cr>

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

VIELMO, A. and ARGENTA, F.F. Más condições de transporte podem causar doenças respiratórias em caprinos [online]. SciELO em Perspectiva | Press Releases, 2019 [viewed ]. Available from: https://pressreleases.scielo.org/blog/2019/03/25/mas-condicoes-de-transporte-podem-causar-doencas-respiratorias-em-caprinos/

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Post Navigation