Existe uma forma eficaz de tratar doenças bacterianas em peixes sem recorrer a antibióticos?

Por Maria Luiza De Grandi e Natália Martins Flores, Jornalistas do periódico Ciência Rural e Guerino Bandeira Junior, Mestre e doutorando em Farmacologia Aplicada à Produção Animal, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS, Brasil

Óleos essenciais podem ser eficazes no tratamento de doenças em peixes? Movidos por essa pergunta, pesquisadores da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), em parceria com a Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA), testaram a atividade antimicrobiana do óleo essencial extraído da planta Lippia origanoides em peixes da espécie jundiá. O artigo “Óleos essenciais de plantas contra bactérias isoladas de peixes: uma triagem in vitro e eficácia in vivo de Lippia origanoides” foi publicado no periódico Ciência Rural (vol. 49, no. 6).

Os pesquisadores realizaram um ensaio in vivo com 120 peixes. Eles avaliaram a atividade antibacteriana dos óleos essenciais contra bactérias isoladas de rins e lesões de pele de peixes naturalmente doentes. O óleo essencial de Lippia organoides apresentou taxa de sucesso terapêutico de 58,33% contra a aeromonose experimentalmente induzida nos jundiás.

Imagem: BANDEIRA JUNIOR, G.

Figura 1. Comparação entre um peixe sadio e um peixe infectado

De acordo com o pesquisador Guerino Bandeira Junior, a pesquisa traz avanços para a produção de peixes ao contribuir para a descoberta de novas moléculas com atividade antibacteriana. O óleo essencial testado pode ser uma possível alternativa para tratar de infecções bacterianas como a aeromonose em peixes, doença que afeta a aquicultura mundial. “Existem poucos fármacos antibacterianos legalizados para uso em aquicultura e muitas cepas bacterianas são resistentes aos mesmos, o que demanda a descoberta de novas moléculas”, comenta o pesquisador.

Outras pesquisas semelhantes também procuram endereçar essa questão, testando óleos essenciais de outras plantas. O grupo de pesquisa coordenado pelo professor Bernardo Baldisserotto desenvolveu, recentemente, diversos trabalhos neste escopo. Alguns deles testaram o potencial antibacteriano de fitoquímicos (BANDEIRA JUNIOR, et. al, 2018) e dos óleos essenciais de Ocimum gratissimum e Hesperozygis ringens na aquicultura (BANDEIRA JUNIOR, et al., 2017).

Referências

BANDEIRA JUNIOR, G., et al. Antibacterial potential of phytochemicals alone or in combination with antimicrobials against fish pathogenic bacteria. Journal of Applied Microbiology [online]. 2018, vol. 125, no. 3, pp. 655-665, e-ISSN: 1365-2672 [viewed 31 July 2019]. DOI: 10.1111/jam.13906. Available from: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/29741243

BANDEIRA JUNIOR, G., et al. Potential uses of Ocimum gratissimum and Hesperozygis ringens essential oils in aquaculture. Industrial Crops and Products [online]. 2017, vol. 97, pp. 484-491, ‎ISSN: 0926-6690 [viewed 31 July 2019]. DOI: 10.1016/j.indcrop.2016.12.040. Available from: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0926669016308706

Para ler o artigo, acesse

BANDEIRA JUNIOR, G., et al. Óleos essenciais de plantas contra bactérias isoladas de peixes: uma triagem in vitro e eficácia in vivo de Lippia origanoides. Cienc. Rural [online]. 2019, vol. 49, no. 6, e20190064, ISSN: 0103-8478 [viewed 31 July 2019]. DOI: 10.1590/0103-8478cr20190064. Available from: http://ref.scielo.org/qqpqhg

Links externos

Ciência Rural – CR: <http://www.scielo.br/cr>

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

GRANDI, M.L., FLORES, N.M. and BANDEIRA JUNIOR, G. Existe uma forma eficaz de tratar doenças bacterianas em peixes sem recorrer a antibióticos? [online]. SciELO em Perspectiva | Press Releases, 2019 [viewed ]. Available from: https://pressreleases.scielo.org/blog/2019/07/31/existe-uma-forma-eficaz-de-tratar-doencas-bacterianas-em-peixes-sem-recorrer-a-antibioticos/

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post Navigation