O bruxismo noturno tem influência sobre o sono das crianças?

Meire Coelho Ferreira, Professora do Curso de Odontologia e do Programa de Pós-graduação em Odontologia, Universidade Ceuma (UNICEUMA), São Luís, Maranhão, Brasil. Email: meire.ferreira@ceuma.br; meirecofe@hotmail.com

Daniela Malagoni Fagundes, Doutoranda do Programa de Pós-graduação em Odontologia, Universidade Ceuma (UNICEUMA), São Luís, Maranhão, Brasil.

Eliezer Gomes Alves, Graduado em Odontologia, Universidade Ceuma (UNICEUMA), São Luís, Maranhão, Brasil.

O artigo Bruxismo do sono em crianças e sua relação com características clínicas e do sono: estudo transversal investigou o bruxismo noturno em crianças e sua relação com aspectos do sono, dores faciais e desconforto nos dentes. O interesse em pesquisar sobre o tema partiu do contingente expressivo de crianças atendidas em Clínica escola que apresentavam desgaste dental decorrente do bruxismo noturno. O estudo foi realizado em 2015, por discente de graduação em Odontologia e em ambiente de duas escolas. Envolveu o exame físico das crianças e a aplicação de um questionário aos pais. O bruxismo noturno foi expressivo na população avaliada, sendo relacionado a qualidade de sono ruim, cansaço e dor nos dentes ao acordar.

Uma menina branca, cabelo castanho e liso amarrado no topo da cabeça, blusa de manga comprida branca com detalhes rosa. Ela está deitada sobre os braços cruzados e de olhos fechados em cima de uma pilha de cadernos finos, fechados e coloridos, que estão em cima de um livro ou caderno um pouco maior e aberto sobre uma mesa de madeira.

Imagem: ShutterStock

A coordenadora do estudo, Profa. Dra. Meire Coelho Ferreira, é Odontopediatra e coordena pesquisas voltadas para qualidade de vida relacionada à saúde bucal; bruxismo noturno; hipomineralização molar-incisivo; dentre outras condições de saúde bucal. A pesquisa foi desenvolvida em ambiente de uma escola pública e de uma escola particular em São Luís (Maranhão). Participaram do estudo 239 crianças entre 7 e 10 anos de idade. As crianças foram submetidas a um exame clínico intra e extrabucal para investigar a presença de sinais e sintomas característicos do bruxismo noturno. Um questionário relativo a aspectos demográficos, socioeconômicos, relacionados ao sono e que caracteriza o bruxismo noturno foi respondido pelos pais.

A prevalência de bruxismo noturno foi de 19,7%. Os sinais e sintomas do bruxismo noturno mais prevalentes foram dor à palpação do músculo masseter (18,4%), dor de cabeça (12,6%), linha alba (14,2%) e atrição dental (12%). Das crianças que apresentaram bruxismo noturno, 37 (82,2%) relataram sonolência diurna. O bruxismo noturno foi associado com qualidade do sono (p=0,033) e com cansaço ou dor nos músculos da face ao acordar (p=0,019). Além dos sinais bucais relacionadas ao bruxismo, esta pesquisa chama a atenção para sintomas da região extrabucal, como dor muscular e de cabeça, e aspectos relacionados ao sono, como sono ruim e sonolência diurna. O estudo serve de alerta para os pais e indica a importância do Odontopediatra no diagnóstico precoce do bruxismo noturno e na orientação aos responsáveis quanto a necessidade de uma equipe profissional para o controle da condição.

As consequências do bruxismo noturno vão além do sistema estomatognático e do sono, podendo afetar diferentes aspectos da vida da criança como, por exemplo, o desempenho escolar. Novos estudos devem ser realizados de forma a fortalecer as evidências iniciais acerca do bruxismo noturno e dos fatores envolvidos.

Uma mandíbula em 3D mostrando os dentes. Fundo branco, mandíbula rosa e brilhante, dentes em tom de pérola e desgastados por causa do bruxismo.

Imagem: ShutterStock

Leia mais

CÂMARA-SOUZA, M.B., FIGUEREDO, O.M.C. and GARCIA, R.C.M.R. Association of sleep bruxism with oral health-related quality of life and sleep quality. Clinical Oral Investigations [online]. 2019, vol. 23, no. 1, pp. 245-251 [viewed 31 May 2022]. https://doi.org/10.1007/s00784-018-2431-0. Available from: https://link.springer.com/article/10.1007/s00784-018-2431-0

DUARTE, J., et al. Association of possible sleep bruxism with daytime oral habits and sleep behavior in schoolchildren. Cranio [online]. 2019, vol. 39, no. 5, pp. 372-378 [viewed 31 May 2022]. https://doi.org/10.1080/08869634.2019.1661113. Available from: https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/08869634.2019.1661113

ICSD INTERNATIONAL CLASSIFICATION OF SLEEP DISORDERS. Diagnosis and coding manual. 3nd ed. Westchester: American Academy of Sleep Medicine, 2014.

LOBBEZOO F., et al. International consensus on the assessment of bruxism: report of a work in progress. Journal of Oral Rehabilitation [online]. 2018, vol. 45, no. 11, pp. 837-844 [viewed 31 May 2022]. https://doi.org/10.1111/joor.12663. Available from: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/joor.12663

MACHADO, E., et al. Prevalence of sleep bruxism in children: a systematic review. Dental Press Journal of Orthodontics [online]. 2014, vol. 19, no. 6, pp. 54-61 [viewed 31 May 2022]. https://doi.org/10.1590%2F2176-9451.19.6.054-061.oar. Available from: https://www.scielo.br/j/dpjo/a/tTpM6D7H6QNyq6jwDT3Kyzv/

Para ler o artigo, acesse

ALVES, E.G., FAGUNDES, D.M. and FERREIRA, M.C. Bruxismo do sono em crianças e sua relação com características clínicas e do sono: estudo transversal. RGO – Revista Gaúcha de Odontologia [online]. 2022, vol. 70, e20220011 [viewed 31 May 2022]. https://doi.org/10.1590/1981-86372022001120200077. Available from: https://www.scielo.br/j/rgo/a/gqQPXPZFdMVQPgVxpJFQZKg/

Link(s)

Universidade Ceuma: https://www.extranet.ceuma.br

Faculdade São Leopoldo Mandic – RGO: https://slmandic.edu.br/RGO

Revista Gaúcha de Odontologia – RGO: www.scielo.br/j/rgo

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

FERREIRA, M.C., FAGUNDES, D.M. and ALVES, E.G. O bruxismo noturno tem influência sobre o sono das crianças? [online]. SciELO em Perspectiva | Press Releases, 2022 [viewed ]. Available from: https://pressreleases.scielo.org/blog/2022/06/01/o-bruxismo-noturno-tem-influencia-sobre-o-sono-das-criancas/

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Post Navigation