Category: Linguística, Letras E Artes

Dança, performance e gênero

Gênero é categoria fundamental nas pesquisas em artes no mundo contemporâneo. Da mesma forma, é elemento fundante das preocupações decoloniais. Esta pesquisa irá questionar a categoria gênero no interior da performance e seus atravessamentos como elemento para a desconstrução de um pensamento colonial. Read More →

Decolonizar os currículos em artes da cena

Estudo põe em xeque o currículo de dança e de performance na formação superior. O currículo é colonizador? O que pode um currículo decolonial? Como desconstruir o currículo no campo das artes? São essas as questões discutidas no estudo. Read More →

O Decolonial na pesquisa em artes no Brasil

A discussão apresentada pela Revista Brasileira de Estudos da Presença (v. 8, n. 4) representa um avanço considerável para o campo no Brasil e no exterior. A abordagem decolonial em pesquisa é uma perspectiva emergente e os artigos apresentados falam entre outras coisas sobre novas metodologias, críticas aos entraves coloniais e análises de performances. Read More →

O Decolonial é o tema da Semana Especial da Revista Brasileira de Estudos da Presença para o Blog SciELO em Perspectiva | Humanas

De 22 a 26 de outubro de 2018, a Revista Brasileira de Estudos da Presença participará da Semana Especial do Blog SciELO. Nesse período, o leitor poderá conhecer melhor o escopo do periódico e acompanhar os estudos publicados no número 4 de 2018 que aborda as relações entre o campo da Performance e as perspectivas Decoloniais na pesquisa. Read More →

Machado de Assis em Linha completa 10 anos com dossiê “Machado de Assis e a História”

As relações entre Machado de Assis e a História são centrais em seis artigos que integram o número 23 da MAEL. Nesses estudos, pesquisadores tratam da crônica, teatro, tradução e conto machadianos, produzidos na segunda metade do século XX, visando a compreender, em obras artisticamente autônomas, como se articulam questões estéticas, sociais e políticas. Read More →

Os versos predominantes na poesia de Machado de Assis

Pesquisa apresenta estudo sistemático dos versos empregados por Machado de Assis em seus quatro livros de poesias. Os versos de Crisálidas, Falenas, Americanas e Ocidentais, obra que saiu inédita na compilação das Poesias Completas, são objeto de um estudo comparativo que, por meio de números e gráficos, evidencia os versos predominantes em cada obra, mostrando quais foram conservados e quais excluídos das Poesias Completas. Read More →

A unidade de uma cultura é sempre aberta

A busca de novas possibilidades e profundidades de sentido é tema presente nos onze artigos que compõem a Bakhtiniana (v. 13, n. 2). Eles nos mostram expressamente como as reflexões em torno do próprio discurso ou dos discursos da arte, da literatura e da educação podem nos fazer ver e compreender aspectos culturais comuns e específicos de diferentes culturas, seja do Oriente Médio, Europa e Américas, aí incluindo o Brasil, naturalmente. Read More →

A singular condição de Brás Cubas em diálogo com o pensamento de Maurice Blanchot

Memórias póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis, recebe novo estudo que articula o pensamento de Maurice Blanchot com a condição singular do narrador-protagonista do romance. Por ser um defunto autor, Brás vive em um domínio no qual prevalece a ausência de conclusão. Tal condição repercute até mesmo no estilo narrativo das Memórias, romance que se coloca como desafio crítico ao longo dos séculos. Read More →

Corpo, Imagem, Educação: novas perspectivas em tempos de incertezas

A Revista Brasileira de Estudos da Presença apresenta em seu volume 8, número 2, a seção temática Corpo, Imagem, Educação, além de textos de outros temas. O periódico oferece, neste número, artigos de pesquisadores do Brasil, da França e da Argentina. Trata-se de trabalhos inéditos nos quais se explora, principalmente, a imagem no mundo contemporâneo e, a partir disso, sua articulação com os investimentos sobre os corpos, com a Educação, com a política, com a juventude, além de uma série de outros temas. Read More →

A compreensão do discurso da literatura, do direito e da educação

Bakhtin nos ensina que não há discurso separado de sua situação, da relação com o ouvinte e das situações que os vinculam (2006, p. 384). É isso que, mais uma vez, podemos comprovar neste número de Bakhtiniana (13.1), em que autores da América Latina (Peru e Brasil) e Europa (Itália e Espanha) mobilizam diferentes perspectivas teórico-discursivas para melhor compreensão do discurso da Literatura, do Direito e da Educação. Read More →