Category: Edreal

Ensino superior em saúde: os desafios da docência

Ser professor no ensino superior envolve desafios importantes. Nas Ciências da Saúde estes percalços perpassam as questões de cunho pedagógico e relacional, e estende-se às dificuldades estruturais, como o acúmulo de atribuições que gera sobrecarga, e até mesmo a carência em infraestrutura e tecnologia, tratando-se de um contexto de Instituição de Ensino Superior pública. Read More →

Qual o legado do Programa Mais Educação para as infâncias e juventudes pobres?

Estudo teve por objetivo localizar o surgimento do Programa Mais Educação no contexto político-educacional latino-americano e analisar as consequências sociais desta experiência para crianças e jovens pobres no Brasil. A pesquisa identificou legados desta política quanto à ampliação do direito à educação ao inaugurar uma concepção de educação integral centrada nestes sujeitos, suas culturas e territórios. Read More →

O Direito à educação infantil: o que os Tribunais brasileiros têm julgado?

Pesquisa apresenta mapeamento das decisões proferidas em todos os Tribunais de Justiça do Brasil em ações coletivas nas quais se requeria o direito à educação Infantil. Os principais resultados demonstram a desigualdade na requisição judicial do direito e o crescimento das decisões judiciais no decorrer dos anos. Read More →

A avaliação do ensino superior: um discurso repleto de armadilhas

As propostas emancipatórias de avaliação são mesmo emancipatórias? Os autores discutem a hipótese que elas são armadilhas conceituais ao não articularem o para quê?, para quem?, o quê? e como? Embora utilizem um discurso emancipatório, instauram instrumentos de controle quantitativo que pode aumentar a exclusão, o produtivismo e a desigualdade. Read More →

O valor atribuído aos itens de teste no Ensino Médio: o que os dados revelam?

Estudo apresenta os resultados de uma pesquisa que visa problematizar as interfaces entre avaliação e currículo de História no Ensino Médio, no contexto de expansão dos programas e sistemas de avaliação no Brasil. Além de problematizar o papel da avaliação nos programas, considerou-se relevante investigar a concepção pedagógica sob a qual tais programas se fundamentam. Read More →

Dilemas na formulação de uma política de avaliação institucional participativa: o caso do SEAP-RS

A formulação do Sistema Estadual de Avaliação Participativa do Rio Grande do Sul, entre 2011 e 2014, como alternativa às provas de desempenho dos alunos, abortada na troca de governo, deixou legado de práticas e reflexões sobre a gestão democrática em suas contradições, impasses e desafios para comunidades escolares, dirigentes e pesquisadores. Read More →

O que podem dizer os apelidos sobre a realidade escolar?

Pesquisa realizada em escolas lusas e brasileiras mostra que os apelidos dão conta do modo como as identidades juvenis se constroem em contexto escolar. Além disso, os apelidos revelam faces ocultas da vida escolar, como manifestações de racismo e assédio ou bullying sexual, para além de identificarem brechas geracionais no uso das novas tecnologias. Read More →

Como se pode entender a categoria trabalho pedagógico como descrição do trabalho dos professores na escola?

Pesquisa visa a colaborar para a distinção de “trabalho pedagógico” em relação à concepção de “prática pedagógica” e de “ação pedagógica”, colaborando, assim, para o resgate dos sentidos desse trabalho específico na escola. Partiu-se de como a categoria trabalho pedagógico é apresentada na literatura, elaborou-se compreensões dela e, à luz das pesquisas já realizadas, observou-se essas compreensões no cotidiano escolar, a partir dos discursos de professores. Read More →

Ética e Estética têm a ver com Educação?

O que identifica Ética e Estética é o fundamento polissêmico da linguagem que as constitui, em contraposição à linguagem monossêmica da Ciência. Assim, encontra-se uma interpretação da Modernidade e da Pós-modernidade e os modos da Educação, tentando superar uma visão monossêmica desta, passa-se a pensar nas possibilidades daquilo que se pode chamar de polissemia escolar. Read More →

Como a leitura em voz alta para crianças pode melhorar a capacidade de comunicação?

Estudo analisa acerca do potencial de atividades planejadas e intencionais com a literatura infantil (como a leitura de livros em voz alta) podem proporcionar um rico repertório linguístico e imaginativo para crianças. A pesquisa envolveu professores das creches investigadas, promovendo a reflexão acerca de suas práticas. Read More →