Tag: Cadernos Metrópole

O viés empregatício como elo entre grupos geograficamente próximos e socialmente distantes

A partir do conceito de efeito-território e de 90 entrevistas com moradores, o autor analisou a dinâmica social dos bairros Calabar, Vale das Pedrinhas e Bate Facho, em Salvador (BA). O estudo demonstrou que o contexto sociorresidencial impacta na mobilidade socioeconômica e nas condições de vida dos entrevistados por meio de uma série de processos e mecanismos, operados na escala do bairro, que foi identificada nas dimensões material, social e simbólica. Read More →

Disputas político-conceituais sobre a governança das metrópoles: o embate entre neoliberalismo e gestão participativa

A edição 45 do Cadernos Metrópole está focado no debate dos aspectos da governança das cidades e metrópoles, que articula interesses controversos entre governo, mercado e sociedade. O conjunto dos artigos selecionados revelou uma produção que tem debatido principalmente a conjuntura desde 2013, com destaque para casos locais que descrevem políticas públicas como mobilidade urbana, movimentos sociais e instrumentos urbanísticos. Read More →

Por que os megaeventos são difusores da ideologia (neo)liberal na produção do espaço?

A partir dos anos 1990, o ideário neoliberal influencia a implementação estrutural de uma forma de gestão que concebe o desenvolvimento social como resultado espontâneo do crescimento econômico e privilegia os grandes grupos econômicos na formulação de políticas. Os megaeventos recentes, a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016, são exemplos dessa dinâmica. Read More →

Quanto o Estado e o setor privado se articulam de modo a promover a elitização do espaço?

A região de Venda Nova, na região metropolitana de Belo Horizonte, sofre transformações impulsionadas pelo Poder Público que têm como objetivo garantir a reprodução ampliada do capital, com a oferta de novos empreendimentos/serviços urbanos decorrentes dos investimentos, públicos e privados, que se estruturam a partir de grandes equipamentos. Entre as consequências, está a gentrificação de espaços antes ocupados por populações de baixa renda, que são expulsas dessa região. Read More →

Cadernos Metrópole comemora 20 anos debatendo a relação entre as metrópoles e o atual padrão de expansão do capitalismo

Cadernos Metrópole completa 20 anos e, para comemorar, foi proposto à comunidade acadêmica que o número 44 fosse dedicado à reflexão das relações entre as metrópoles e o atual padrão de expansão do capitalismo — o mesmo tema que inspirou a criação do periódico, em 1999. O número comemorativo reúne 14 artigos que fazem uma leitura abrangente de fenômenos em curso nas cidades da América Latina e do Brasil, numa perspectiva multidisciplinar. Read More →

20 anos do Cadernos Metrópole: história e projeção de futuro

Em comemoração aos seus 20 anos, o periódico Cadernos Metrópole participa da Semana Especial do Blog SciELO em Perspectiva | Humanas, entre os dias 26 a 30 de agosto de 2019, apresentando sua história e divulgando os números 44 e 45 que inclui vídeos, entrevistas e conteúdos voltados a discutir as metrópoles no atual padrão de expansão do capitalismo e disputas político-conceituais sobre a governança das metrópoles. Além disso, discute sua projeção de futuro como meio de divulgação científica internacional. Acompanhem-nos! Read More →

Cadernos Metrópole traz como destaque as metrópoles no atual padrão de expansão do capitalismo

Cadernos Metrópole destaca como as metrópoles continuaram como espaços relevantes economicamente, apesar da globalização do capital e da revolução das comunicações e dos transportes. Os novos modelos de acumulação enfraqueceram a capacidade de governabilidade das nações e os governos metropolitanos constituem o epicentro desta questão, à medida que enfrentam a imperiosa necessidade de governar gigantescas aglomerações urbanas sem a capacidade de governar a economia. Read More →

Mudança climática e inundações no Rio da Prata/Argentina

O estudo das pesquisadoras Daniela Vanesa Rotger, María Aversa e Estefanía Jáuregui sugere uma metodologia para o registro de inundações na região do Grande Rio Prata (Argentina), que serviria para alertas, prevenção e riscos ambientais. As autoras relacionam a expansão da área metropolitana e a construção social dos desastres que decorre das características do processo de urbanização. Read More →