Pesquisa estuda efeitos de métodos de pastoreio na composição da massa de forragem de uma pastagem natural

Por André Alfredo Coelho, Mestrando em Zootecnia, Programa de Pós-Graduação em Zootecnia, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS, Brasil

Localizada no município de Bagé, a unidade experimental da pesquisa era composta por dois tratamentos (pastoreios contínuo e rotativo) e pastejada por novilhas. Os pesquisadores obtiveram dados do início e fim do período experimental de junho a outubro de 2016 sobre frequência da composição estrutural e do estrato inferior, massa de forragem deste estrato e peso dos animais. Os pesquisadores utilizaram métodos multivariados, regressão linear e comparação de médias para analisar os dados. Segundo a análise, a composição da estrutura e a massa de forragem se alteraram durante o período. Os métodos de manejo interferiram na composição da massa de forragem, sendo que os seus maiores níveis foram relacionados ao pastoreio rotativo. Ainda assim, essa mudança não refletiu no ganho de peso dos animais (ALTESOR, 2005). Esses são os resultados publicados no artigo “Composição da vegetação e massa de forragem em pastagem natural de dupla estrutura sob dois manejos no inverno” no periódico Ciência Rural (vol. 48, no. 6).

Para o pesquisador André Coelho, a pesquisa define alguns efeitos de alternativas de manejo sobre a diversidade de pastagens naturais. Na prática, esses resultados podem ajudar os pecuaristas a eleger formas de manejar seus campos. “O incremento de espécies na massa de forragem, por exemplo, pode garantir outros efeitos no sistema de produção ao longo do tempo, que se refletirão secundariamente no desempenho dos animais”, avalia ele.

A abordagem metodológica utilizada para explorar as informações sobre a composição foi uma das inovações da pesquisa. Segundo explica André, o trabalho incorporou abordagens oriundas da ecologia de comunidades. O foco era compreender alguns efeitos dos sistemas de manejo na complexidade do agroecossistema pastoril.

Referência

ALTESOR, A., et al. Effect of grazing on community structure and productivity of a Uruguayan grassland. Plant Ecology [online]. 2005, vol. 179, no. 1, pp. 83-91, eISSN: 1573-5052 [viewed 06 August 2018]. DOI: 10.1007/s11258-004-5800-5. Available from: https://link.springer.com/article/10.1007/s11258-004-5800-5

Para ler o artigo, acesse

COELHO, A.A., et al. Composição da vegetação e massa de forragem em pastagem natural de dupla estrutura sob dois manejos no inverno. Cienc. Rural [online]. 2018, vol. 48, no. 6, e20170154, ISSN: 0103-8478 [viewed 06 August 2018]. DOI: 10.1590/0103-8478cr20170154. Available from: http://ref.scielo.org/t446yj

Link externo

Ciência Rural – CR: <http://www.scielo.br/cr>

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

COELHO, A.A. Pesquisa estuda efeitos de métodos de pastoreio na composição da massa de forragem de uma pastagem natural [online]. SciELO em Perspectiva | Press Releases, 2018 [viewed ]. Available from: https://pressreleases.scielo.org/blog/2018/08/07/pesquisa-estuda-efeitos-de-metodos-de-pastoreio-na-composicao-da-massa-de-forragem-de-uma-pastagem-natural/

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post Navigation