Qual a realidade atual do mercado de trabalho do nutricionista brasileiro após 80 anos?

Por Cristine Garcia Gabriel, Professora, Universidade Federal de Santa Catarina, Departamento de Nutrição; Andhressa Araújo Fagundes, Professora,Universidade Federal de Sergipe, Departamento de Nutrição, São Cristóvão, SE; Claudia Soar, Professora, Universidade Federal de Santa Catarina, Departamento de Nutrição, Florianópolis, SC, Brasil

Pesquisadoras da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e da Universidade Federal de Sergipe (UFS) publicaram o estudo “Mercado de trabalho do nutricionista: 80 anos de história” que aborda sobre o mercado de trabalho do nutricionista, trazendo aspectos da expansão do número de profissionais, do perfil e das condições de trabalho na última década (salário, jornada de trabalho e áreas de atuação). O trabalho faz parte de uma Seção Temática comemorativa aos 80 anos de atuação do nutricionista no Brasil, lançada pela Revista de Nutrição (vol. 32). A pesquisa evidenciou um aumento importante no número de profissionais e nas possibilidades de atuação, entretanto, destaca a necessidade de melhorias no piso salarial e nas jornadas de trabalho.

O trabalho foi realizado com base em revisão da literatura e em dados oficiais fornecidos pelos conselhos de classe e outras entidades da profissão.

Imagem: Barbara Leone Silva

Dentre os dados encontrados, destaca-se que em 2017 existiam 126.539 nutricionistas registrados nos conselhos regionais do país, praticamente o dobro de 2009. O maior contingente de profissionais ainda se concentra na região Sudeste do Brasil. A pesquisa também chama atenção para o fato de o Conselho Federal de Nutricionistas ter atualizado em 2018 o Código de Ética e de Conduta do Nutricionista, bem como as áreas de atuação do profissional, definindo novas atribuições e parâmetros numéricos mínimos de referência por área (CONSELHO FEDERAL DE NUTRICIONISTAS, 2018). Equipamentos públicos de segurança alimentar e nutricional, atenção básica e nutrição esportiva são exemplos dos novos campos de atuação. No período de análise houve aumento de cerca de 60% do piso salarial, no entanto, ainda abaixo da média nacional e de outras profissões da saúde, e com maior jornada de trabalho. Atualmente o piso salarial nacional do nutricionista é de R$ 2.558,05.

O estudo ganha destaque uma vez que traz um panorama atualizado sobre o mercado de trabalho do nutricionista frente às recentes mudanças nas normas que regulamentam e orientam a profissão (VASCONCELOS; CALADO, 2011). Espera-se que a pesquisa fortaleça a luta em busca da identidade e legitimidade social da profissão, sobretudo, em prol da garantia do direito à alimentação adequada e sustentável para todos os brasileiros.

Referência

CONSELHO FEDERAL DE NUTRICIONISTAS. Resolução CFN nº 600, de 25 de fevereiro de 2018. Dispõe sobre a definição das áreas de atuação do nutricionista e suas atribuições, indica parâmetros numéricos mínimos de referência, por área de atuação, para a efetividade dos serviços prestados à sociedade e dá outras providências, Brasília, DF, 20 abr. 2018.

VASCONCELOS, F.A.G. and CALADO, C.L.A. Profissão nutricionista: 70 anos de história no Brasil. Rev. Nutr. [online]. 2011, vol. 24, no. 4, pp. 605-617, ISSN: 1415-5273 [viewed 2 April 2019]. DOI: 10.1590/S1415-52732011000400009. Available from: http://ref.scielo.org/yf8gw7

Para ler o artigo, acesse

GABRIEL, C.G., et al. Mercado de trabalho do nutricionista: 80 anos de história: 80 years of history. Rev. Nutr. [online]. 2019, vol. 32, e180162, ISSN: 1415-5273 [viewed 2 April 2019]. DOI: 10.1590/1678-9865201932e180162. Available from: http://ref.scielo.org/9rzx37

Links externos

Revista de Nutrição – RN: <http://www.scielo.br/rn>

 

Como citar este post [ISO 690/2010]:

GABRIEL, C.G., FAGUNDES, A.A. and SOAR, C. Qual a realidade atual do mercado de trabalho do nutricionista brasileiro após 80 anos? [online]. SciELO em Perspectiva | Press Releases, 2019 [viewed ]. Available from: https://pressreleases.scielo.org/blog/2019/04/02/qual-a-realidade-atual-do-mercado-de-trabalho-do-nutricionista-brasileiro-apos-80-anos/

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post Navigation