Tag: Revista De Nutrição

“Hábitos Saudáveis, Meninas Saudáveis – Brasil” e sustentabilidade na dieta das adolescentes

Programa “Hábitos Saudáveis, Meninas Saudáveis – Brasil” foi um programa de prevenção à obesidade para adolescentes. A qualidade total da dieta e consumo de frutas, verduras e grão integrais apresentou melhoria após a intervenção. Estratégias para a mudança da alimentação são necessárias frente à inadequação da alimentação de crianças e adolescentes. Read More →

E se eu te dissesse que você não sabe tudo sobre aquilo que come?

O aumento no consumo de suplementos alimentares vem se tornando cada vez mais comum entre os praticantes de esportes que buscam o corpo perfeito. Os resultados indicam que suplementos comercializados no Brasil apresentam níveis preocupantes de alguns micronutrientes, uma vez que o consumo excessivo pode acarretar em efeitos tóxicos ao organismo. Read More →

Qual o impacto do consumo de bebidas açucaradas em dietas?

Pesquisa demonstrou que o maior consumo de bebidas açucaradas está relacionado a pior qualidade da dieta de Paulistanos. Quanto maior a ingestão dessas bebidas na população, menor o consumo de frutas, carne, ovos e leguminosas, como o feijão, e maior o consumo de gordura sólida, álcool e açúcar de adição. Read More →

Políticas de alimentação e nutrição de Lula a Temer: do fortalecimento à fragilização em tempos de rupturas institucionais

Estudo analisou as políticas públicas de alimentação e nutrição no Brasil entre os governos Lula e Temer, por meio de pesquisa bibliográfica e documental. Os achados evidenciaram uma expansão e qualificação destas políticas públicas, principalmente nos governos Lula e Dilma, com retrocessos no governo Temer. Read More →

Qual a realidade atual do mercado de trabalho do nutricionista brasileiro após 80 anos?

Pesquisa investigou o mercado de trabalho do nutricionista na última década, abordando a expansão do número de profissionais e as condições de trabalho. Evidenciou um aumento importante no número de profissionais e nas possibilidades de atuação, entretanto, destaca a necessidade de melhorias no salário e nas jornadas de trabalho. Read More →

Deficiência de ácidos graxos em crianças e adolescentes brasileiros com Fibrose Cística

Estudo avaliou o perfil de ácidos graxos em crianças e adolescentes brasileiros com Fibrose Cística e observou a deficiência de ácidos graxos essenciais (gorduras não produzidas pelo organismo) e sua relação com células inflamatórias (citocinas). Read More →

O exercício físico é benéfico mesmo na desnutrição?

Os benefícios do exercício físico na desnutrição foram demonstrados utilizando modelo animal. A perda de peso, característica mais conhecida da desnutrição, foi revertida. Marcadores do estresse oxidativo no fígado e sangue, e saúde do fígado, sabidamente afetados pela desnutrição, também foram melhorados. Mas como o exercício poderia ser benéfico para um organismo “doente”? Read More →

Como a desnutrição protéica influencia a formação do colágeno na cicatrização de ferimentos?

Estudo comparou as alterações teciduais relativas à inflamação e formação de colágeno na cicatrização cutânea em ratos nutridos e desnutridos e observou que a desnutrição exerceu um impacto negativo tanto quantitativo quanto qualitativo nos animais sugerindo a importância de um adequado padrão nutricional para que se alcance um melhor padrão cicatricial. Read More →

O YouTube pode ajudar na alimentação saudável?

Pesquisa conduzida por nutricionistas da USP aponta o YouTube como ferramenta viável e recomendada para a promoção da alimentação saudável entre os jovens e adultos, os resultados mostram que os usuários da plataforma não só acessam como também assistem aos vídeos sobre alimentação saudável até o fim. Read More →

Protocolo de conduta para a abordagem alimentar de enlutados

Para a abordagem alimentar de pessoas enlutadas foi desenvolvido um protocolo de conduta que orienta a investigação de inquéritos alimentares. As observações detectadas da aplicabilidade deste protocolo consolidaram os cuidados salientados com a abordagem alimentar de indivíduos enlutados, com base no tempo de luto, estágios de reação à perda, distinção da perda e padrão de personalidade. Este protocolo fornece também informações contundentes que permitem ao profissional avaliar as implicações do luto na alimentação, além de gerar conhecimentos que direcionam intervenções nutricionais mais aplicáveis a cada caso. Read More →