Tag: História

Balanço historiográfico e novas perspectivas sobre desenvolvimento econômico e expansão territorial de São Paulo

O estudo contextualiza a proposta do dossiê História da colonização em terras paulistas (séculos XVI-XX). Sob a luz da História Econômica, construiu-se um texto propositivo e de síntese com o objetivo de realizar um balanço historiográfico sobre os sentidos da colonização que configuraram a integração e a ampliação dos laços entre São Paulo e o mercado mundial, bem como de desenvolvimento do mercado interno. Read More →

História (São Paulo), fazendo História há quase quatro décadas na visão do professor José Luis Bendicho Beired

Entrevista mapeia a trajetória do periódico História (São Paulo) desde os anos de 1980, entrelaçando o surgimento de antigas publicações que antecederam o periódico com a própria história da formação dos Departamentos de História da Unesp de Assis e de Franca, bem como dos dois Programas de Pós-Graduação em História, que neste ano de 2020 passaram por um processo de fusão. Read More →

História (São Paulo) na Semana Especial do Blog SciELO em Perspectiva | Humanas

Entre os dias 23 a 27 de novembro de 2020, o periódico História (São Paulo), participa da Semana Especial do Blog SciELO em Perspectiva | Humanas. O leitor encontrará nesta semana press releases, entrevista, vídeos e podcast com um pouco da história do periódico, sua política editorial e a apresentação de alguns dos artigos que compõem o primeiro dossiê do volume 39. Read More →

Do humanitarianism à alteridade bárbara: os conflitos entre maoris e britânicos na Nova Zelândia

Estudo aborda tema pouco explorado no Brasil: a construção da dominação do Império Britânico sobre a Nova Zelândia, demonstrando as transformações nas relações entre nativos e colonizadores, e na própria perspectiva do Império Britânico sobre as ilhas neozelandesas, consideradas colônias periféricas antes da eclosão dos conflitos entre maoris e britânicos. Read More →

Violência e resistência na luta pela terra em Minas Gerais

Trabalho analisa as mediações políticas que sustentaram a resistência dos posseiros na comunidade de Cachoeirinha no norte de Minas Gerais, frente às forças conservadoras e militares nas décadas de 1960 a 1980. O estudo inédito tem como enfoque a estratégia de luta mobilizadas pelos camponeses da região em um momento político de forte repressão. Read More →

Os livros como ferramentas para uma Boa Vizinhança: exportação e comércio editorial durante a Segunda Guerra

Como era o comércio editorial durante a Segunda Guerra Mundial? Estudo analisa os primeiros passos de uma política de aproximação intelectual entre Brasil e Estados Unidos durante a década de 1940, evidenciando como projetos editoriais e questões políticas podem estar profundamente articulados. Read More →

Nos bastidores da absolvição de Capitu: correspondências inéditas de Helen Caldwell

Estudo apresenta cartas inéditas em que Helen Caldwell formulou as principais ideias defendidas em The Brazilian Othello of Machado de Assis (1960), livro pioneiro que coloca em questão a veracidade do discurso do narrador em Dom Casmurro, de Machado de Assis. Read More →

Quem convocou o primeiro protesto pelo impeachment de Dilma?

Quem convocou o primeiro protesto pelo impeachment de Dilma Rousseff ainda em 2014? A mídia e a academia voltaram sua atenção para lideranças e movimentos que despontaram entre 2015 e 2016, no entanto, o fenômeno político que deu origem às mobilizações começou a se consolidar antes mesmo da existência do Facebook, Twitter, e YouTube, quando a rede social mais popular no Brasil era o Orkut. Read More →

África e Brasil: histórias e teorias cruzadas

As relações entre África e Brasil vão para muito além de uma história de escravização e diáspora. São histórias que se cruzam e se fortalecem, em traçados teóricos que correm simultâneos ou que se atravessam. Essa linha de mão dupla ganha cada vez mais visibilidade em pesquisas e nos periódicos acadêmicos. Read More →

Desafiando poderes coloniais na construção do conhecimento acadêmico – autoetnografia performática, corpos e subjetividades

Entre (in)visibilidades de corpos (não) heteronormativos na educação médica, olhamos para nossos corpos. Em meio a gritos emudecidos de corpos negados pela sua “extrema subjetividade”, estudo autoetnográfico performático representa uma ousadia em falar e romper com os silêncios que a “Ciência” impõe, partindo do pessoal para o político. Read More →