Category: Ciências Humanas

“Arte e Cidade” aborda as intervenções artísticas que compõem as paisagens urbanas

Horizontes Antropológicos apresenta artigos com base em pesquisas sociais e etnográficas que mobilizam na cidade as cores, sons e tons que reúnem artistas em suas práticas, que interpretam as intervenções artísticas urbanas. Esta edição, organizada por Cornelia Eckert (UFRGS), Glória Diógenes (UFC), Ligia Dabul (UFF) e Ricardo Campos (CICSNova), traz textos que atualizam as expressões criativas nas cidades pesquisadas, que informam as políticas públicas ou suas ausências, que esclarecem os processos de politização das expressões ou reconhecem em suas marcas as denúncias, ou os silêncios de participações e as invisibilidades das intolerâncias e discriminações. Read More →

Até quando adotaremos classificações que pouco contribuem para avaliar a qualidade da produção de conhecimento no Brasil?

Trabalho, Educação e Saúde mais outros seis periódicos publicados pela Fiocruz questionam os novos critérios da Capes para classificar periódicos científicos no Qualis, considerando o uso de indicadores bibliométricos construídos para finalidades não relacionadas à avaliação da qualidade da produção científica, falta de transparência no processo e a não participação da comunidade acadêmica envolvida. Read More →

Como as pessoas vivendo com HIV/Aids percebem sua saúde bucal?

Por meio de pesquisa qualitativa — grupos focais e entrevistas — em serviço de IST/Aids, sobre saúde bucal com PVHA, os pesquisadores observaram a necessidade de formação dos dentistas para além das técnicas e guidelines vigentes, destacando a importância da escuta e das relações dialógicas para ampliar a relação de cuidado. Read More →

Inovação social: buscando uma nova interpretação para um conceito cada vez mais comum

O que é a inovação social? Ensaio crítico elabora uma nova interpretação para o conceito e prática da inovação social. A proposta formulada aponta para a combinação entre um eixo instrumental (novas soluções para os problemas sociais, novos métodos e arranjos organizacionais), por sua vez subordinando as escolhas a princípios claros no que concerne à orientação socioeconômica e a finalidades de transformação social (eixo político). Read More →

Quantos de nós veem? Nova “gramática visual” auxilia na criação de vídeos em línguas de sinais

Estudo propõe um conjunto de elementos para guiarem a produção de novos vídeos em línguas de sinais. Apresenta uma proposta de mapeamento e de codificação da composição desses vídeos, oferecendo as bases para a construção de uma gramática visual que dê suporte aos produtores de vídeos em línguas de sinais esquematizarem previamente suas concepções em representações icônicas. Read More →

Violência e resistência na luta pela terra em Minas Gerais

Trabalho analisa as mediações políticas que sustentaram a resistência dos posseiros na comunidade de Cachoeirinha no norte de Minas Gerais, frente às forças conservadoras e militares nas décadas de 1960 a 1980. O estudo inédito tem como enfoque a estratégia de luta mobilizadas pelos camponeses da região em um momento político de forte repressão. Read More →

Os livros como ferramentas para uma Boa Vizinhança: exportação e comércio editorial durante a Segunda Guerra

Como era o comércio editorial durante a Segunda Guerra Mundial? Estudo analisa os primeiros passos de uma política de aproximação intelectual entre Brasil e Estados Unidos durante a década de 1940, evidenciando como projetos editoriais e questões políticas podem estar profundamente articulados. Read More →

Os partidos políticos são internamente democráticos?

Estudo discute a organização interna dos partidos brasileiros, a partir da análise dos seus estatutos. Verifica a existência de marcadores oligárquicos, demonstrando que as regras e as práticas de gestão partidária conduzem a ambientes internos não-democráticos. A pesquisa aponta para um desafio: como democratizar os operadores da democracia? Read More →

Políticas educacionais: privatização do ensino e rotatividade docente

Dois temas centrais para as políticas educacionais são destaque em Educação e Pesquisa. Primeiro, a privatização da educação na América Latina, região em que mais aumentaram as matrículas privadas na educação básica, é abordada a partir da economia política da reforma educacional. O segundo discute as diferenças entre escolas de uma mesma rede pública a partir da rotatividade de professores, colocando à vista desigualdades no que tange à qualidade da educação oferecida. Read More →

Quem convocou o primeiro protesto pelo impeachment de Dilma?

Quem convocou o primeiro protesto pelo impeachment de Dilma Rousseff ainda em 2014? A mídia e a academia voltaram sua atenção para lideranças e movimentos que despontaram entre 2015 e 2016, no entanto, o fenômeno político que deu origem às mobilizações começou a se consolidar antes mesmo da existência do Facebook, Twitter, e YouTube, quando a rede social mais popular no Brasil era o Orkut. Read More →